sicnot

Perfil

Mundo

Caitlyn Jenner na lista das mulheres mais poderosas da BBC

Apareceu na capa da revista Vanity Fair e agora Caitlyn Jenner faz parte da lista das 10 mulheres mais poderosas de 2015 para a BBC. Jenner ocupa o sétimo lugar, num top que identifica mulheres que tiveram um "impacto largamente excecional" na vida das pessoas , bem como a capacidade de influenciar os outros.

Segundo o texto da BBC Rádio 4 alusivo a Caitlyn Jenner "muitas fontes noticiosas descrevem-na como a mais famosa transsexual do Mundo".

A primeira-ministra da Escócia,  Nicola Sturgeon, que surgiu como uma figura popular durante as eleições gerais do Reino Unido, encabeça a lista. Anna Wintour está em segundo lugar e Angelina Jolie ocupa o terceiro. A editora do The Guardian, Katharine Viner, e a cantora Sia também estão no top 10.

A lista anterior foi liderada pela Rainha da Inglaterra. O top 10 é decidido por um painel de jurados que se baseiam nas mulheres mais poderosas que "operam no Reino Unido", mas também aceitam sugestões do público.

  • Bruce Jenner diz que se sentia mulher há muitos anos
    1:13

    Mundo

    Bruce Jenner, homem, foi uma das maiores estrelas do atletismo norte-americano e foi campeão olímpico. Mais recentemente, os portugueses devem reconhecê-lo como o padrasto das famosas Kardashian do "reality show" com o mesmo nome. E foi, precisamente, no programa que começou assumir que a mudança de sexo seria o seu caminho. Bruce Jenner é agora Caitlyn.

  • "Chamem-me Caitlyn"
    2:42

    Mundo

    O antigo campeão olímpico americano Bruce Jenner tem 65 anos e diz que sempre viveu na mentira, aprisionado num corpo masculino. Mas o futuro vai ser diferente. A transformação de Bruce teve início na década de 80 e acentuou-se nos últimos anos. O resultado foi agora desvendado na capa da prestigiada revista Vanity Fair. Bruce aparece como diz ser verdadeiramente e com um pedido que é um grito de libertação: "Chamem-me Caitlyn".

  • Montenegro nunca será candidato contra Passos
    0:50
  • Dijsselbloem não comenta hipótese de ser substituído por Mário Centeno
    2:41

    Mundo

    Jeroen Dijsselbloem diz que cabe ao Governo português avançar com o nome de Mário Centeno para a presidência do Eurogrupo, mas não comenta a sondagem que foi feita ao ministro das Finanças português. Ouvido esta quinta-feira no Parlamento Europeu, o Presidente do Eurogrupo esteve no centro das críticas e reafirmou que não se demite.