sicnot

Perfil

Mundo

Medicamento para diabetes ajuda a perder peso, revela estudo

O medicamento injetável para diabetes Liraglutide, que os reguladores norte-americanos aprovaram o ano passado para a perda de peso, ajudou as pessoas obesas a perderem uma média de oito quilogramas, refere um estudo hoje divulgado.

© Mario Anzuoni / Reuters

A maior parte dos pacientes conseguiram perder peso durante as 56 semanas da investigação realizada com vista a comercialização do medicamento, segundo o estudo divulgado no New England Journal of Medicine.

O estudo foi conduzido em 191 cidades de 27 países da Europa, América do Norte, América do Sul, Ásia, África e Austrália.

Os 3.731 pacientes que participaram no estudo tinham mais de 18 anos e uma massa corporal superior a 30. A massa corporal saudável deve situar-se entre os 19 e os 25.

Kevin Williams, chefe do departamento de endocrinologia, diabetes e metabolismo da Universidade de Saúde de Temple, descreveu a perda de peso com a utilização do medicamento como "significativa". 

Com a utilização do medicamento foram detetados efeitos secundários, incluindo problemas gastrointestinais, na vesícula e um ligeiro risco de aumento do cancro na mama.

Os investigadores salientaram ser necessário estudar melhor os efeitos secundários, nomeadamente o risco de aumento do cancro na mama.

O Liraglutide tem sido usado em pequenas doses para tratar diabéticos e alguns pacientes notaram que a droga os ajudou a perder peso.

Cerca de 35% dos adultos norte-americanos, cerca de 100 milhões de pessoas, são obesos.

Dois outros medicamentos para combater a obesidade foram lançados em 2012 nos Estados Unidos, mas os tratamentos provocam efeitos secundários e não são muito utilizados.

 

 

 

 

Lusa

 

  • Pecado da gula ameaça maior anfíbio do mundo

    Mundo

    O maior anfíbio do mundo está em sério risco de extinção. Iguaria muito apreciada no Oriente, a salamandra-gigante-da-China já praticamente desapareceu do seu habitat natural, concluiu uma pesquisa realizada durante quatro anos. Em contraste, milhões destes animais são reproduzidos em cativeiro e têm como destino restaurantes de luxo.

  • Reclusos limpam Ria Formosa
    3:01

    País

    Alguns reclusos do estabelecimento prisional de Olhão estão pela segunda vez a limpar a ilha da Armona, na Ria Formosa. São homens que beneficiam de regime aberto e, em fim de cumprimento de pena, têm com este trabalho uma amostra da liberdade que tanto aguardam.

  • Lembra-se dos olharapos da Expo'98? Estão de volta
    1:46