sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 142 número de mortos em acidente de avião na Indonésia

O número de vítimas mortais da queda de um avião da força aérea da Indonésia, que se despenhou na terça-feira, numa zona residencial na cidade de Medan, na ilha de Samatra, subiu para 142, informou hoje a polícia.

© Antara Photo Agency / Reuters

"Recuperámos 142 corpos", disse Agustinus Tarigan, um porta-voz da polícia à agência AFP.

O avião militar, um Hercules C-130, despenhou-se, esta terça-feira, pouco após a descolagem.

A queda do aparelho deixou edifícios em ruínas e reduziu automóveis a destroços em chamas na cidade de dois milhões de habitantes.

A força aérea da Indonésia reviu hoje em alta o número de pessoas que seguiam a bordo de 113 para 122, incluindo 12 tripulantes.

Segundo as autoridades, além dos ocupantes, morreram pelo menos três pessoas que se encontravam na zona de impacto da aeronave.

As equipas de salvamento estavam hoje a recorrer a maquinaria pesada para remover as montanhas de destroços no lugar do acidente.

 

Lusa

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.