sicnot

Perfil

Mundo

Vítimas britânicas de atentado na Tunísia começam a ser repatriadas

As vítimas britânicas dos atentados da passada sexta-feira, na Tunísia, começaram a ser repatriadas. As urnas com os corpos de 8 dos 30 britânicos que morreram em Sousse chegaram esta quarta-feira, a bordo do avião militar C-17 da Força Aérea.

O desembarque, na base militar de Brize Norton, no sudeste de Inglaterra, teve guarda de honra, num ato de cerimónia solene que deve repetir- se nos próximos dias.

O desembarque, na base militar de Brize Norton, no sudeste de Inglaterra, teve guarda de honra, num ato de cerimónia solene que deve repetir- se nos próximos dias.

© POOL New / Reuters

O desembarque, na base militar de Brize Norton, no sudeste de Inglaterra, teve guarda de honra, num ato de cerimónia solene que deve repetir- se nos próximos dias, à medida que os procedimentos para repatriar as vítimas na Tunísia estejam cumpridos e os corpos possam seguir para os países de origem, para que os funerais tenham lugar.


Tal deve acontecer também no caso da vítima portuguesa, Maria da Glória Moreira, embora a trasladação tenha sido adiada esta semana.

  • PSD está a "perder terreno" na escolha de candidato a Lisboa
    1:46

    País

    Quem o diz é Luís Marques Mendes: o PSD perde na demora da escolha de um candidato para a Câmara de Lisboa. O líder Passos Coelho rejeita apoiar a candidatura de Assunção Cristas e garante que o partido vai ter um candidato próprio. Segundo o comentador da SIC, o último convite foi dirigido a José Eduardo Moniz.

  • Trump não escreve todos os tweets, mas dita-os

    Mundo

    O Presidente eleito dos EUA não escreve todos os tweets que são publicados na sua conta desta rede social, mas dita-os aos seus funcionários. Numa entrevista a um ex-secretário de Estado britânico, Donald Trump explica como usa a sua conta e garante que depois de ser investido Presidente, vai continuar a usar o Twitter para defender-se da "imprensa desonesta".

  • Depressão pode ser mais prejudicial para o coração do que a hipertensão

    Mundo

    Um estudo recente estabelece uma nova ligação entre depressão e distúrbios cardíacos. De acordo com a investigação publicada na revista Atheroscleroses, o risco de vir a sofrer de uma doença cardíaca grave é quase tão elevado para os homens que sofram de depressão, do que para os que tenham colesterol elevado ou obesidade, e pode mesmo ser maior do que para os que sofram de hipertensão.