sicnot

Perfil

Mundo

Falso alarme encerra base naval em Washington

Em desenvolvimento

As instalações da Marinha norte-americana em Washington estiveram hoje mais de duas horas encerradas por segurança, depois de relatos de disparos no interior do mesmo edifício onde um atirador solitário matou 12 pessoas há dois anos. As autoridades passaram todo o complexo em revista e não encontraram qualquer indício da existência de um atirador.

© Jonathan Ernst / Reuters

© Jonathan Ernst / Reuters

© Jonathan Ernst / Reuters

A chamada para a linha de emergência deu-se um pouco antes das 8:00 locais (13:00 em Lisboa), dando conta de que havia um atirador dentro da base.

Foram fechadas de imediato as ruas perto da base naval. Várias artérias da capital norte-americana foram submetidas a forte presença policial.

Um porta-voz da polícia confirmou entretanto que não foram encontrados quaiquer indícios de disparos ou da presença de um atirador. A Marinha não adianta mais detalhes.

Considerada a mais antiga instalação da Marinha dos Estados Unidos, construída em 1799, foi local de um tiroteio há dois anos. Em junho de 2013, um atirador solitário matou 12 pessoas e feriu outras três no edifício 197 do complexo. O edifício foi entretanto rebatizado de Humphreys e reabriu este ano.

 

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.

  • PSD e CDS têm caminhos diferentes
    1:22

    País

    Assunção Cristas já respondeu a Pedro Passos Coelho, depois de o líder do PSD ter recusado apoiar a candidatura da líder do CDS à Câmara de Lisboa. Cristas diz que os dois partidos têm caminhos diferentes. O PSD continua sem apresentar candidato. Contudo, Marques Mendes revelou que Passos Coelho convidou José Eduardo Moniz a candidatar-se à Câmara de Lisboa.