sicnot

Perfil

Mundo

Homem em estado crítico após ataque de um tubarão branco na Austrália

Um homem de 32 anos ficou gravemente ferido, esta quinta-feira, num ataque de um tubarão, na costa leste da Austrália. As equipas de socorro receberam o alerta às 10 da manhã (hora local), uma da manhã em Lisboa.  

O homem estava a praticar bodyboard com dois amigos, quando foi atacado nas pernas, em Ballina, uma conhecida estância turística, 187 km a sul de Brisbane, na Nova Gales do Sul. Foram, aliás, os dois amigos que o ajudaram a chegar a terra e que depois pediram ajuda.


O ataque foi feito por um tubarão branco de grandes dimensões. A vítima acabou por ser transportada de helicóptero para o hospital, onde foi submetido a uma cirurgia. De acordo com as informações disponíveis, encontra-se em estado crítico.


As autoridades deram indicações para que o tubarão fosse abatido por, alegadamente, representar um risco para a segurança pública.

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.