sicnot

Perfil

Mundo

Trabalho de crianças sírias atinge proporções alarmantes, alerta ONG

O conflito e a crise humanitária na Síria colocam um número cada vez mais significativo de crianças a trabalhar em condições difíceis de sobrevivência, alertaram hoje a Unicef e a Organização Não Governamental "Save The Children".    

© Stringer . / Reuters

"A crise na Síria reduziu consideravelmente os meios de subsistência das pessoas e empobreceu milhões de famílias na região, o que faz com que o trabalho das crianças atinja níveis críticos", lamentou Roger Hearn, diretor regional da "Save The Children".

O mesmo responsável adiantou que "as crianças trabalham principalmente para sobreviver" e que "isso acontece na Síria e nos países vizinhos, onde são os principais atores económicos".

Segundo um relatório divulgado em Amã, as crianças na Síria contribuem para o orçamento familiar em três quartos das famílias recenseadas, enquanto na Jordânia "quase metade dos filhos de refugiados são o principal sustento da família".  

As crianças mais vulneráveis que trabalham são as que são implicadas em "exploração sexual e atividades ilícitas, bem como na mendicidade organizada e tráfico de menores" acrescenta a mesma fonte.

"O trabalho infantil prejudica o crescimento e o desenvolvimento", sublinhou Peter Salama, diretor regional da Unicef para o Médio Oriente e África do Norte, acrescentando que as crianças trabalham "durante longas horas", com um pequeno salário, "em ambientes extremamente perigosos e insalubres".

No vasto campo de refugiados de Zaatari, no norte da Jordânia, três em cada quatro crianças registaram problemas de saúde no trabalho, segundo o relatório.

Por outro lado, as crianças que trabalham estão "mais suscetíveis a abandonar a escola", aumentando os receios de "uma geração perdida".

Mais de 230.000 pessoas morreram desde o início do conflito na Síria, há quatro anos, que fez deslocar metade população.

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.