sicnot

Perfil

Mundo

Jihadistas matam pela primeira vez um clérigo opositor do Governo iraquiano

O grupo terrorista autoproclamado Estado Islâmico (EI) assassinou hoje pela primeira vez um clérigo muçulmano opositor do Governo iraquiano, na cidade de Mossul, segundo um responsável local.

© Suhaib Salem / Reuters

O vice-governador da província de Ninive, cuja capital é Mossul, Hasan al Alaf, disse em declarações à agência Efe que Yaser Yunes foi assassinado dois dias depois de ser sequestrado em sua casa pelo grupo EI.

O cadáver foi depositado no instituto forense com feridas de bala na cabeça.

Yaser Yunes era membro do Conselho de Ulemas e pregadores de Ninive, composto por clérigos de mesquitas pertencentes a correntes salafistas moderadas, que faz oposição à ideologia extremista da EI.

A organização terrorista terá proposto a Yaser Yunes que anunciasse a lealdade à EI, mas este recusou.

O clérigo foi quem disse o sermão sobre a primeira manifestação da campanha de protestos que começou a partir das mesquitas de Mossul e de outras províncias predominantemente sunitas no final de 2011 contra o então Governo do primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki.

No seu discurso, na mesquita Al Hamedin, no centro de Mossul, Yaser Yunes criticou as práticas do Governo iraquiano na época.

O EI prendeu em agosto de 2014 mais de 25 clérigos e proibiu mais de 50 de dizerem os sermões de sexta-feira à comunidade.

A organização jihadista ocupou Mossul a 10 de junho do ano passado depois de conquistar amplas zonas do Iraque norte e oeste, onde declarou um califado no território sob seu controle.

 

 

 

Lusa

 

  • Mosquito transmissor da dengue detetado em Portugal

    País

    Uma espécie de mosquito que é transmissor do vírus da dengue foi identificado pela primeira vez em Portugal, na região Norte do país, anunciou esta quarta-feira a Direção-geral da Saúde (DGS) e o Instituto Doutor Ricardo Jorge.

  • Marcelo não comenta proposta sobre nomeação do governador do BdP
    0:14

    Economia

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar a proposta do grupo de trabalho para a reforma da supervisão financeira, que recomenda que o governador do Banco de Portugal seja nomeado pelo Presidente da República. Marcelo não quis comentar o assunto esta quarta-feira durante a tomada de posse do Reitor da Universidade de Lisboa.

  • Governo prepara projeto para suavizar transição para a reforma
    1:38

    Economia

    O Governo quer suavizar a transição do trabalho para a reforma. A ideia é que essa passagem seja feita gradualmente e não de um dia para o outro, o que pode ser mais traumático. O projeto prevê a possilidade de o trabalhador cumprir meio horário e acumular com meia pensão.

  • Portugal pode perder parte dos fundos comunitários
    2:21

    Economia

    Portugal arrisca-se a perder parte dos fundos comunitários atribuídos ao país, se não acelerar a execução dos programas que têm comparticipação de Bruxelas. A notícia é avançada pelo jornal Público, que revela que o país ainda está longe de cumprir as metas mínimas. O Executivo desdramatiza e acredita que serão cumpridas até ao final do ano. O Governo diz mesmo que Portugal deverá ser um dos países com melhores taxas de execução.

  • Habitantes da favela da Rocinha temem novo episódio violento
    2:54

    Mundo

    Localizada no Rio de Janeiro, a Rocinha, maior favela do Brasil, foi palco de um tiroteio entre traficantes, no último fim de semana. Agora, pelo terceiro dia consecutivo, a polícia do Rio de Janeiro está a fazer um cerco em algumas favelas cariocas à procura de traficantes. A comunidade está assustada e receia que episódios violentos como este se repitam.