sicnot

Perfil

Mundo

Sobe para 185 número de casos de coronavírus na Coreia do Sul

As autoridades da Coreia do Sul elevaram hoje para 185 o número de casos da Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS), depois de um médico ter testado positivo ao novo coronavírus. 

© Kerek Wongsa / Reuters

O médico trabalhava no centro médico Samsung, em Seul, onde quase metade dos casos de contágio pelo novo coronavírus foram detetados, informou o Ministério da Saúde.

Dos 185 casos de MERS sinalizados na Coreia do Sul, 33 revelaram-se mortais.

Na sexta-feira, uma enfermeira da mesma unidade hospitalar também foi diagnosticada com MERS, elevando para 13 o número de funcionários atingidos pelo novo coronavírus, segundo agência Yonhap.

O primeiro caso de MERS na Coreia do Sul foi detetado em 20 de maio último.

As autoridades mostraram-se, porém, otimistas, já que não é reportada nenhuma morte há quatro dias e o número de novos casos tem vindo a abrandar, sinais de que o surto se encontra, de certo modo, sob controlo.

Das 185 pessoas diagnosticadas com MERS, 111 recuperaram totalmente, enquanto 41 continuam hospitalizadas, segundo dados atualizados hoje pelo Ministério da Saúde da Coreia do Sul.

A Coreia do Sul figura, depois da Arábia Saudita, como o segundo país com maior número de casos de MERS. 

A MERS é considerada um 'primo', mais mortal, mas menos contagioso, do vírus responsável pela Síndrome Respiratória Aguda Severa (SARS) que, em 2008, fez cerca de 800 mortos em todo o mundo.

DM // DM.

Lusa/Fim

 

NewsSubjects:- Saúde - Doenças 

20150704T053228

  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28

    Economia

    Com o crescimento do turismo, que continua a bater recordes, as companhias aéreas querem profissionais para reforçar as rotas com maior procura e oferecer novos destinos. Só a TAP prevê contratar mais 700 pessoas este ano para várias funções, incluindo 300 tripulantes de cabina e 170 pilotos.

  • Trump remarca encontro com Kim Jong-un no Twitter
    2:33

    Mundo

    A Coreia do Sul e a Coreia do Norte reuniram-se pela segunda vez em menos de um mês. Os Presidentes dos dois países dizem que estão a cooperar para que a cimeira entre Washington e Pyongyang, em Singapura, seja um sucesso. Donald Trump regressou ao Twitter para remarcar a cimeira a 12 de junho.