sicnot

Perfil

Mundo

Tunísia decreta estado de emergência, oito dias depois de atentado

O chefe de Estado da Tunísia, Béji Caïd Essebsi, decretou hoje o estado de emergência, oito dias depois do atentado que provocou a morte de 38 turistas num hotel à beira-mar, disse hoje fonte da presidência.

Polícia tunisina com um suspeitos dos ataques em Sousse.

Polícia tunisina com um suspeitos dos ataques em Sousse.

Med amine ben aziza/EPA

"O presidente decretou o estado de emergência e vai dirigir uma mensagem à população às 17:00" [mesma hora em Lisboa], disse à AFP fonte do gabinete de comunicação da presidência.

O estado de emergência, que confere poderes de exceção à polícia e às forças armadas, foi levantado na Tunísia em 2014, depois de ter permanecido em vigor desde janeiro de 2011, relacionado com a fuga do Presidente Zine El Abidine Ben Ali, e a agitação que lançou "a primavera árabe". 

Desde a sua revolução, a Tunísia enfrenta a progressão do movimento jihadista, responsável pela morte de dezenas de polícias e militares, e, em três meses, o país foi atingido por dois atentados reivindicados pelo movimento Estado Islâmico.

Foram 59 os turistas estrangeiros que morreram, 21 deles no Museu Bardo, em Tunis, e 38 no hotel em Port El Kantaoui, a 26 de junho.

 

 

 

 

Lusa

 

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.