sicnot

Perfil

Mundo

Bombardeamentos da coligação internacional no Iémen fazem mais de 100 mortos

Mais de 100 pessoas, na sua maioria civis, morreram hoje e dezenas ficaram feridas num bombardeamento da coligação internacional, liderada pela Arábia Saudita, no norte e sul do Iémen.

© Khaled Abdullah Ali Al Mahdi

Os bombardeamentos visavam zonas nas mãos dos rebeldes huthis, segundo informou a agência noticiosa Saba, citada pela Efe, que refere também relatos de testemunhas na província de Amaran, no norte, e em Lahesh, no sul.

Em Amran, 40 pessoas morreram, incluindo mulheres e crianças, num bombardeamento que atingiu o mercado, segundo a Saba, observando que quase todas as vítimas eram vendedores ou clientes. Uma testemunha disse à Efe que o ataque visava um veículo de huthis que passava na zona.

Outro ataque aéreo semelhante, também em Amran, em Al Salata, causou a morte de dezenas de civis.

Na província de Lahesh, mais de 50 pessoas foram mortas e dezenas de outras ficaram feridas, num outro mercado, este de gado, na zona de Fayush.

Na capital, uma outro bombardeamento destruiu a sede do gabinete político do movimento huthi no bairro de Al Yaraf, disseram testemunhas.

 

 

 

 

 

Lusa

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.