sicnot

Perfil

Mundo

Migrante morre no túnel da Mancha ao tentar chegar ao Reino Unido

Um migrante morreu hoje no túnel sob o canal da Mancha quando tentava chegar ao Reino Unido, disse um responsável francês da região de Pas-de-Calais.   

© Christian Hartmann / Reuters

O acidente obrigou ao encerramento de uma das seis secções do Eurotúnel, mas o tráfego ferroviário não foi interrompido, acrescentou a mesma fonte. As autoridades não adiantaram as circunstâncias da morte. 

O túnel, usado por comboios de mercadorias, é a principal via de acesso ao Reino Unido a partir do continente europeu. 

Centenas de migrantes tentam, todos os dias, chegar aos cais de embarque em Calais (França) para se esconderem nos camiões que fazem a travessia a bordo de comboios. 

"Depois de terem sido detetados migrantes numa composição de mercadorias, ao início da manhã, o comboio foi imediatamente travado", disse a prefeitura de Pas-de-Calais. 

As autoridades abriram um inquérito para determinar as causas do acidente. 

A empresa Eurotunnel anunciou, pouco depois das 10:00 (09:00 em Lisboa), na rede social Twitter, atrasos de três horas nos comboios provenientes do Reino Unido e de uma hora para as composições a partir de França. 

A Eurostar, gestora dos comboios de alta-velocidade que ligam Londres e Paris, Lille e Bruxelas, anunciou também, na mesma rede social, atrasos nos comboios, devido ao encerramento de parte do Eurotúnel "causado por um intruso num comboio de mercadorias". 

A 26 de junho, um migrante oriundo da Etiópia morreu junto do túnel, ao tentar subir para um comboio em andamento. 

De acordo com os últimos dados da prefeitura francesa, cerca de três mil migrantes, principalmente da Eritreia, Etiópia, Sudão e Afeganistão, que tentam chegar ao Reino Unido, estão registados na região de Calais. 

Lusa

  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • Depois do Fogo
    23:30
  • "A culpa morre sozinha?"
    0:41

    Opinião

    Luís Marques Mendes não acredita que o Ministério Público não formule uma acusação de homicídio por negligência e que não haja demissões na sequência do incêndio de Pedrógão Grande. O comentador da SIC debateu o tema este domingo no Jornal da Noite da SIC.

    Luís Marques Mendes

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.

  • Trump quebra tradição da Casa Branca com 20 anos

    Mundo

    Donald Trump decidiu não fazer um jantar de celebração pelo fim do Ramadão, o mês em que os muçulmanos cumprem jejum entre o nascer e o pôr do sol. O Presidente dos Estados Unidos quebrou a tradição da Casa Branca, pela primeira vez em 20 anos.