sicnot

Perfil

Mundo

OMS pede mais impostos sobre o tabaco para reduzir número de vítimas

A Organização Mundial de Saúde (OMS) exigiu hoje que os países elevem os impostos sobre o tabaco para reduzir o número de mortes causadas pelo seu consumo e, assim, gerar fundos para os sistemas de saúde públicos.

(Reuters/Arquivo)

Segundo o último relatório da OMS sobre a Epidemia Global do Tabaco de 2015, apresentado hoje em Manila, apenas 33 países no mundo fixaram impostos de 75% sobre o preço do maço de cigarros, uma medida recomendada pela organização.

"Subir os impostos sobre os produtos de tabaco é uma das formas mais eficientes e rentáveis de reduzir o consumo de produtos nocivos, enquanto se geram receitas públicas", afirma no relatório a diretora geral da OMS, Margaret Chan.

O organismo da ONU indica que muitos países ainda fixam impostos demasiado baixos sobre o tabaco e produtos derivados, e que nalgumas nações continua a não haver qualquer regulação.

"Insto todos os governos a olharem para as provas, não para os argumentos da indústria [tabaqueira], e a adotarem uma das melhores medidas existentes para a saúde", acrescentou Chan.

Lusa

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.