sicnot

Perfil

Mundo

Dezenas de mortos e feridos em confrontos no sul da Argélia

O Presidente argelino convocou uma reunião urgente de dirigentes do setor de segurança no seguimento da morte de 22 pessoas e ferimentos em dezenas de outras, em resultado de confrontos entre árabes e berberes no sul do país.

A decisão de Abdelaziz Bouteflika, noticiada pela agência noticiosa do país, APS, seguiu-se à violência ocorrida em menos de 48 horas na região de Ghardaia, que tem sido palco de conflitos regulares entre árabes e berberes desde há dois anos e meio. 

Na reunião participaram o primeiro-ministro, Abdelmalek Sellal, o vice-ministro da Defesa Nacional, Ahmed Gaid Salah, e o chefe do Estado-Maior do Exército, general Ahmed Gaïd Salah.

No final do encontro foi revelado que Bouteflika encarregou o comandante da região militar que inclui a zona dos conflitos de "supervisionar a ação dos serviços de segurança e das autoridades locais relevantes para o restabelecimento e a preservação da ordem pública em Ghardaia", conforme um comunicado da Presidência. 

Os voos de Argel para Ghardaia foram anulados até sábado, disse á AFP um empregado do aeroporto. A transportadora aérea Air Algérie, que os realiza, não forneceu qualquer explicação. 

As violências nas últimas 24 horas concentraram-se na cidade de Guerrara, situada 120 quilómetros a nordeste de Ghardaia, uma das principais cidades mozabitas, que são uma minoria étnico-religiosa berbere e ibadita.

Na quarta-feira, os confrontos prosseguiam em Ghardaia, uma cidade turística célebre pela sua arquitetura e classificada como património mundial pela Unesco. 

Ainda não foram divulgadas as causas desta onda de violência. 

Numerosos diferendos, em particular de ordem fundiária, opõem árabes e berberes, que coabitam há séculos. 

A região assiste em particular a uma luta pela apropriação do espaço público cada vez mais reduzido, com a liberalização económica em pano de fundo. 

A forte urbanização, seguida pela chegada de novos habitantes, ameaça o equilíbrio demográfico que é largamente favorável aos mozabitas, que permanecem maioritários neste vale, situado às portas do Sara. 

Lusa

  • Trabalhos no viaduto terminaram, mas trânsito continua condicionado em Alcântara
    1:23

    País

    Não há, para já, previsão para o restabelecimento da normalidade em Alcântara. Os trabalhos para colocar o viaduto de Alcântara na posição correta, depois do desvio registado num pilar, decorreram esta madrugada. O trânsito mantém-se por isso condicionado no sentido Cascais-Lisboa, como explicou o repórter da SIC, Paulo Varanda.

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.