sicnot

Perfil

Mundo

Sete membros da Al-Qaeda na Síria mortos em ataques da coligação

Sete membros do ramo da Al-Qaeda na Síria, incluindo comandantes, foram mortos hoje no ataque das forças de coligação no noroeste da Síria, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Uncredited

Desde o início dos ataques da coligação na Síria, em 23 de setembro, que os principais alvos são a organização extremista autointitulada Estado Islâmico (EI) e a Frente Al-Nusra, o ramo sírio da Al-Qaeda.

Sete membros da Al-Nusra, incluindo comandantes, foram mortos em pelo menos cinco ataques da coligação contra os seus postos e um grupo de veículos na província de Idleb, no noroeste, disse Rami Abdel Rahman, chefe da OSDH.

A região de Idleb está quase toda nas mãos do grupo auto-proclamado EI e seus aliados rebeldes, desde março passado.

Na guerra que assola a Síria há quatro anos, a Frente Al-Nusra aliou-se aos rebeldes para lutar contra o regime do Presidente Bashar al-Assad, sobretudo nas províncias de Idleb e Aleppo (norte).

Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15