sicnot

Perfil

Mundo

Greve do Metro lança caos em Londres

Uma greve dos trabalhadores do Metro de Londres, Inglaterra, obrigou hoje, e pela primeira vez em treze anos, ao encerramento de todas as linhas, que são utilizadas por três milhões de pessoas por dia, provocando o caos.

© Peter Nicholls / Reuters

A greve, que começou às 17:30 (mais uma hora em Lisboa) de quarta-feira e termina hoje à noite, foi marcada pelos trabalhadores em protesto contra a intenção da empresa London Underground de aumentar o horário de serviço aos fins de semana e em defesa por melhores salários, como relata a agência noticiosa Efe.

A paralisação, convocada após o fracasso das negociações entre os sindicatos e a empresa, coincide com outra greve dos trabalhadores da linha ferroviária First Great Western, que liga Londres (a partir da estação de Paddington) a várias cidades do sul de Inglaterra.

A greve está a provocar sérios problemas a milhões de pessoas, havendo já longas filas nas paragens de autocarros, situação já classificada de "caos".

Em alguns casos, os condutores negaram-se a conduzir os autocarros porque estavam muito cheios e nenhum passageiro queria sair, adiantam hoje vários meios de comunicação social locais.

Lusa

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.