sicnot

Perfil

Mundo

Investigação pública sobre pedofilia iniciada no Reino Unido

Uma grande investigação pública independente foi esta quinta-feira iniciada no Reino Unido sobre acusações de pedofilia que envolvem responsáveis políticos e instituições públicas nos anos 1980-1990.

A abertura da investigação foi retardada pela demissão dos dois anteriores juízes, acusados de conflito de interesses. (Arquivo)

A abertura da investigação foi retardada pela demissão dos dois anteriores juízes, acusados de conflito de interesses. (Arquivo)

© Peter Nicholls / Reuters

Anunciada no verão passado pela ministra do Interior, Theresa May, a investigação surge na sequência de revelações na imprensa confirmadas pelos ministérios em causa que mostraram que 114 'dossiers' relativos a acusações de abuso sexual de crianças entre 1979 e 1999 tinham desaparecido.

Um desses 'dossiers' trata, segundo a imprensa, do envolvimento de deputados e outras figuras políticas numa rede de pedofilia.

A abertura da investigação foi retardada pela demissão dos dois anteriores juízes, acusados de conflito de interesses. Elizabeth Butler-Sloss teve também de renunciar ao cargo, porque o seu irmão, Michael Havers, procurador-geral nos anos 1980, é acusado de ter tentado impedir um antigo parlamentar de tornar públicas acusações de abuso sexual.

Para evitar qualquer nova acusação de conivência, foi nomeada em fevereiro para conduzir a investigação a juíza neozelandesa Lowell Goddard, que afirmou perante os deputados britânicos não ter qualquer ligação à administração do país.

"É a investigação pública mais importante e a mais ambiciosa da história da Inglaterra e do País de Gales", sustentou hoje a juíza, apelando a todas as vítimas para que venham a público.

Reconhecendo tratar-se de uma tarefa "imensa", a magistrada precisou que os primeiros elementos do inquérito, que poderá prolongar-se por vários anos, sugerem "que uma criança em 20, na Inglaterra e no País de Gales, foi sexualmente agredida".

"Os verdadeiros números poderão ser piores que as estimativas oficiais", advertiu, razão pela qual escreveu a mais de 240 instituições -- polícia, serviço nacional de saúde, igrejas, entre outras -- para lhes pedir que procurem e lhe transmitam qualquer documento que possa ser útil à investigação.

Em março deste ano, o departamento de assuntos internos da polícia britânica abriu também um inquérito após queixas acusando agentes policiais de terem encoberto a atividade de uma rede de pedófilos que envolvia responsáveis políticos e instituições públicas entre os anos 1970-2000.

Está em curso uma outra investigação policial sobre agressões sexuais a crianças que terão sido cometidas no decurso desses 30 anos.

Em dezembro, uma presumível vítima, identificada como Nick, relatou aos investigadores como ele e vários outros meninos eram conduzidos a diferentes moradas de Londres e da sua periferia, incluindo bases militares, onde eram sexualmente agredidos por grupos de homens.

Ele acusou também deputados e outras figuras públicas de primeiro plano de estarem ligadas ao assassínio de três menores, com idades entre sete e 16 anos.

Lusa

  • Bernardo Silva no Manchester City

    Desporto

    O internacional português Bernardo Silva é o mais recente reforço do Manchester City, equipa inglesa treinada por Pep Guardiola, num contrato válido por cinco temporadas.

  • Sérgio Conceição no radar do FC Porto

    Desporto

    O treinador português e os seus representantes têm marcada para esta sexta-feira uma reunião decisiva com o FC Porto. Sérgio Conceição poderá ser o sucessor de Nuno Espírito Santo no comando técnico dos dragões.

  • Madonna despede-se: "Glorioso! Lisboa, diverti-me imenso!

    Cultura

    "Glorioso! Lisboa, diverti-me imenso! Mal posso esperar para voltar um dia e descobrir todos os teus segredos." Foi com estas palavras que Madonna se terá despedido esta sexta-feira de Portugal. Juntamente com a mensagem, a cantora publicou ainda uma fotografia no Estádio do Benfica.

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • EUA testam sistema de defesa antimíssil

    Mundo

    Os Estados Unidos realizam na próxima semana um teste ao seu sistema de defesa antimíssil que, pela primeira vez, terá em consideração uma eventual ameaça de um míssil balístico intercontinental, ação que terá em mente as recentes ameaças norte-coreanas.

  • Cão interrompe jornal em direto
    1:00

    Pequenas grandes histórias

    Aconteceu na Rússia, na estação de televisão Mir24 TV. A pivô, Ilona Linarte, viveu um momento insólito, no estúdio, quando apresentava o jornal. Um cão de raça labrador preto apareceu atrás dela aos saltos. A pivô foi apanhada de surpresa e reagiu com humor.