sicnot

Perfil

Mundo

Recuperados corpos de vítimas de helicóptero que caiu há uma semana em Angola

Os corpos das seis vítimas a bordo do helicóptero, que caiu há uma semana, na província angolana do Cuanza Sul, foram hoje resgatados, depois de vários dias de buscas para a localização do aparelho.     

Google Maps

A aeronave, da SonAir, empresa do grupo petrolífero estatal Sonangol, estava ao serviço do Instituto Nacional de Emergências Médicas de Angola (INEMA), e desapareceu na quinta-feira passada, na localidade do Nhime, no morro do Ungelo, município de Conda.

A equipa de buscas no terreno, integrada pela Polícia Nacional, Forças Armadas, Serviço de Proteção Civil e Bombeiros, brigada canina e populares da zona, apenas quarta-feira conseguiu localizar os destroços do aparelho, com o apoio de dois cães farejadores, um dos quais equipado com máquina fotográfica, que fez fotos do aparelho.

Os trabalhos de hoje envolveram 94 polícias, 200 militares das Forças Armadas Angolanas e vários populares.

No helicóptero, viajavam o comandante da aeronave, Adão Fialho, o capitão de bordo, José Caetano, o polícia de trânsito, Filipe Tchinduamba, o motorista do INEMA, Victor Semedo, a enfermeira do INEMA, Victoria Miguel, bem como o técnico de bordo, Lapeur Frederic, de nacionalidade francesa.

Em declarações hoje à imprensa, o comandante provincial da Polícia Nacional, comissário Alberto Lisboa Mário, disse que os corpos das vítimas já foram identificados para posterior entrega às famílias.

"Foi um trabalho árduo das tropas, da Polícia, caçadores, da brigada canina e da população, que não pouparam esforços para encontrar a aeronave desaparecida há sete dias", referiu o comandante da Polícia local. 

Alberto Lisboa Mário disse ainda que a visibilidade no local era muito reduzida devido ao forte nevoeiro que se faz sentir nesta altura do ano, o que dificultou a operação, agravada pela mata densa e profundidade do local.

Na sexta-feira, uma equipa de comandos deverá deslocar-se novamente ao local para retirada da caixa preta e destroços do aparelho, para se apurar as causas do acidente, segundo a agência noticiosa angolana, Angop.

A aeronave levantou voo no Sumbe, capital da província do Cuanza Sul, para montar um posto para acudir eventuais sinistrados na Estada Nacional 120, devido às festas do município do Waku-Kungo.

Lusa

  • CGD terá de reconhecer imparidades e prepara saída de 2 mil funcionários
    2:45

    Caso CGD

    O novo plano estratégico da Caixa está pronto e foi entregue há duas semanas ao Ministério das Finanças. A SIC sabe que está a ser preparada a saída de 2 mil trabalhadores e que o banco terá de reconhecer imparidades. O Expresso diz que a CGD vai fechar o ano com prejuízos que podem chegar aos 3 mil milhões de euros.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.