sicnot

Perfil

Mundo

UNICEF alerta para mortalidade infantil devido à seca na Coreia do Norte

 A intensa seca que a Coreia do Norte atravessa requer medidas urgentes para evitar as mortes de crianças, já enfraquecidas pela má nutrição, alertou hoje a UNICEF.

Escola na Coreia do Norte.

Escola na Coreia do Norte.

© KCNA KCNA / Reuters

"A situação é urgente. Mas se agirmos agora podemos salvar vidas", disse o diretor da UNICEF para a Ásia Oriental, Daniel Toole, salientando a importância do destacamento de especialistas e de recolocação da ajuda humanitária.

"Se adiarmos até termos a certeza que as colheitas foram afetadas, pode muito bem ser tarde demais para salvar a maioria das crianças vulneráveis", disse Toole, em comunicado.

A Coreia do Norte sofre atualmente da " pior seca em 100 anos", segundo a imprensa oficial, que está a ter graves impactos nas zonas de plantação de arroz.

Responsáveis da área da saúde norte-coreanos confirmaram à UNICEF que se tem registado um aumento significativo de casos de diarreia entre as crianças

"A falta de chuva reduz o acesso a água limpa e reduz a higiene, colocando a vida das crianças em risco", afirmou Toole.

A preocupação com o impacto da seca é agravada pela preexistente má nutrição das crianças norte-coreanas.

Um estudo de 2012 revelou que um quarto de todas as crianças da Coreia do Norte sofriam de má nutrição crónica -- uma condição habitualmente causada por uma combinação de água não potável e falta de saneamento, consumo alimentar desadequado e falta de acesso a cuidados de saúde.

Lusa

  • Queda de avioneta em Espanha causa 4 mortos

    Mundo

    Uma avioneta com destino a Cascais, em que seguia uma família de quatro pessoas - dois adultos e dois menores - caiu em Sotillo de las Palomas, em Toledo, Espanha.

    Em desenvolvimento

  • Um discurso histórico com os pedidos de sempre
    2:30

    País

    Jerónimo de Sousa voltou este domingo a pedir a renegociação da dívida e a saída de Portugal do euro. Num discurso historicamente curto, apenas 15 minutos, no encerramento do Congresso do PCP, o reeleito secretário-geral comunista anunciou que o aumento dos salários e a reversão das alterações à legislação laboral são duas prioridades para os próximos tempos.

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.