sicnot

Perfil

Mundo

Kerry destaca "atmosfera construtiva" nas negociações com o Irão

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, afirmou hoje que houve progressos nas negociações com o Irão sobre o seu programa nuclear e elogiou o que disse ser uma atmosfera "construtiva". 

© Carlos Barria / Reuters

"Penso que resolvemos algumas coisas que estavam em suspenso e que fizemos algum progresso", disse, ao falar a jornalistas, quando se reuniu com a sua equipa em Viena. 

As reuniões têm-se sucedido ao longo de todo o dia, disse, com Kerry a declarar aos jornalistas que o acompanham desde Washington: "A atmosfera é muito construtiva". 

Para a noite de hoje e o dia de sábado, Kerry adiantou que os negociadores vão discutir "algumas questões muito difíceis". 

As negociações encaminham-se para o terceiro fim de semana em Viena, com as partes focadas nas diferenças que continuam a impedir um acordo. 

Em causa está um diferendo, que já dura há 13 anos, e a necessidade de um entendimento que permita o bloqueio do desenvolvimento de uma arma nuclear pelo Irão em troca do levantamento de sanções. 

Os termos de um acordo provisório de 2013, que permitiu o congelamento do essencial do programa iraniano de enriquecimento de urânio em troca de um alívio das sanções, foram prolongados até segunda-feira.

Para sábado é esperada a presença na capital austríaca também dos ministros dos Negócios Estrangeiros da França, Laurent Fabius, e do Reino Unido, Philip Hammond.

Lusa

  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41