sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos sete mortos em ataque da Al-Shabab a dois hotéis em Mogadíscio

Pelo menos sete pessoas morreram num ataque do grupo 'jihadista' somali Al-Shabab a dois hotéis em Mogadíscio, noticiou a Agência Nacional de Informações e Segurança da Somália (NISA) e fontes policiais. 

STR

"A tentativa de assalto ao Hotel Wehelie foi frustrada. A situação encontra-se sob controlo", assegurou a NISA na sua conta da rede social Twitter.

Fontes policiais citadas pela agência espanhola Efe confirmaram que foram sete os mortos no ataque àquele hotel, embora não tenham descartado que o número de vítimas mortais possa aumentar.

Grupos de homens armados atacaram este e outro hotel popular da capital somali, onde também dispararam sobre a base da Missão da União Africana na Somália (AMISOM), indicaram fontes de segurança.

A agência somali atribui estes novos ataques ao grupo extremista islâmico Al-Shabab que intensificou a sua campanha de terror durante o Ramadão.

As forças somalis puseram igualmente fim ao ataque ao segundo hotel, o Siyad, muito próximo também do palácio presidencial, segundo a NISA, que precisou que as únicas vítimas aí registadas pertenciam às fileiras 'jihadistas'.

O porta-voz da Al-Shabab, Abu Muscab, reivindicou o ataque: "Os nossos mujahidines entraram nos hotéis Wehelie e Siyad ao mesmo tempo e mataram um grande número de polícias e deputados" -- uma declaração que fontes oficiais ainda não confirmaram.

Os três ataques ocorreram num curto intervalo de tempo, hoje à tarde, imediatamente após o fim do dia de jejum do Ramadão.

A base da AMISOM, situada no norte da capital somali, foi também atacada, tendo presumíveis terroristas lançado morteiros.

O grupo extremista Al-Shabab, que se juntou formalmente à Al-Qaida em 2012, está a lutar pela instauração de um Estado Islâmico de doutrina wahabi na Somália.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.