sicnot

Perfil

Mundo

Pelos menos seis mortos em atentados com bombas na Tailândia

Pelo menos seis pessoas morreram e outras 11 ficaram feridas na Tailândia, em oito atentados com bombas, entre a noite de sexta-feira e a madrugada de hoje, no sul do país.

© Sukree Sukplang / Reuters


Três mulheres morreram num ataque num bar de karaoke, na província de Songkhla, enquanto outras três pessoas perderam a vida ao ficarem presas numa loja incendiada em Narathiwat.

Os ataques, levados a cabo por alegados militantes muçulmanos durante o Ramadão, atingiram bares e lojas, com bombas ocultas em motas ou com granadas, de acordo com as autoridades.

Os atentados com armas, homicídios e atentados com explosivos repetem-se quase diariamente nas províncias de Pattani, Narathiwat e Yala, apesar dos 4.000 efetivos das forças de segurança no local, e da declaração de estado de emergência desde 2005.

Mais de 6.000 pessoas morreram no sul da Tailândia, desde que o movimento separatista muçulmano recomeçou a luta armada em 2004, após uma década de acalmia.

Os insurgentes dizem ser alvo de discriminação por parte da maioria budista do país e exigem a criação de um Estado islâmico que integre estas três províncias.

  • Dez feridos ligeiros em naufrágio de embarcação em Cascais

    País

    Uma embarcação de recreio com 10 pessoas a bordo naufragou ao largo da Parede, na linha de Cascais. Todos os tripulantes foram resgatados pelas autoridades marítimas e bombeiros e apresentam escoriações ligeiras e sinais de hipotermia. O barco foi entretanto retirado da água e a marginal continua cortada ao trânsito.

  • PS apresenta Lei de Bases da Habitação para abrir debate sobre habitação acessível
    1:19

    Economia

    O PS quer avançar com uma Lei de Bases da Habitação. A proposta apresentada esta quinta-feira propõe a requisição de casas devolutas para habitação e apoios concretos para o arrendamento a preços acessíveis. O líder parlamentar do PS, Carlos César, diz que é tempo de abrir um debate sobre a habitação que acredita que pode resultar numa Lei ainda na atual legislatura.

  • A morte anunciada da ETA

    Mundo

    A organização separatista basca ETA vai anunciar a sua dissolução em 05 de maio, durante uma cerimónia marcada para Bayona, no País Basco francês, disseram à agência Efe fontes conhecedoras do processo.