sicnot

Perfil

Mundo

Pelos menos seis mortos em atentados com bombas na Tailândia

Pelo menos seis pessoas morreram e outras 11 ficaram feridas na Tailândia, em oito atentados com bombas, entre a noite de sexta-feira e a madrugada de hoje, no sul do país.

© Sukree Sukplang / Reuters


Três mulheres morreram num ataque num bar de karaoke, na província de Songkhla, enquanto outras três pessoas perderam a vida ao ficarem presas numa loja incendiada em Narathiwat.

Os ataques, levados a cabo por alegados militantes muçulmanos durante o Ramadão, atingiram bares e lojas, com bombas ocultas em motas ou com granadas, de acordo com as autoridades.

Os atentados com armas, homicídios e atentados com explosivos repetem-se quase diariamente nas províncias de Pattani, Narathiwat e Yala, apesar dos 4.000 efetivos das forças de segurança no local, e da declaração de estado de emergência desde 2005.

Mais de 6.000 pessoas morreram no sul da Tailândia, desde que o movimento separatista muçulmano recomeçou a luta armada em 2004, após uma década de acalmia.

Os insurgentes dizem ser alvo de discriminação por parte da maioria budista do país e exigem a criação de um Estado islâmico que integre estas três províncias.

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.