sicnot

Perfil

Mundo

Dezassete mortos num novo atentado no Chade reivindicado pelo Boko Haram

Um bombista suicida, disfarçado de mulher, fez-se explodir, no sábado, num mercado no centro de N'Djamena, capital do Chade, causando a morte de 17 pessoas, um atentado reivindicado pelo grupo radical Boko Haram.

© Stringer . / Reuters

Mesmo enfraquecido pelas operações de combate regionais, o grupo islâmico continua a ser uma ameaça para os países que fazem fronteira com o Chade e Nigéria, onde 13 pessoas foram mortas em dois ataques desde sexta-feira.

O Boko Haram reivindicou o atentado em N'Djamena e um dos ataques na Nigéria, informou o centro de monitorização de páginas islâmicas SITE, sedeado nos Estados Unidos.

A reivindicação foi feita através do Twitter e assinada como "Estado Islâmico, Província da África Ocidental", nome que o grupo dá a si próprio desde que prestou lealdade ao Estado Islâmico, em março.

Até agora foram contabilizados 17 mortos em N'Djamen e cerca de 80 feridos, alguns graves.

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Novo campo de refugiados construído em Mossul

    Mundo

    Um novo campo de refugiados foi construído em Mossul, no Iraque. Com cerca de 4 mil tendas, foi construído durante 45 dias para albergar os deslocados que se prevê que aumentem com a atual ofensiva militar na zona ocidental da cidade.