sicnot

Perfil

Mundo

Camboja condena a 20 anos de prisão monge budista por produção de pornografia

O Supremo Tribunal do Camboja sentenciou a 20 anos de prisão um monge budista por produzir e distribuir pornografia, informou esta segunda-feira a imprensa local. 

"Ainda que o acusado se tenha declarado culpado, os crimes cometidos são graves, afetando tanto a moral social como as regras budistas, bem como causando danos nos valores dos outros monges", referiu o magistrado durante a leitura da sentença. (Arquivo)

"Ainda que o acusado se tenha declarado culpado, os crimes cometidos são graves, afetando tanto a moral social como as regras budistas, bem como causando danos nos valores dos outros monges", referiu o magistrado durante a leitura da sentença. (Arquivo)

© Athit Perawongmetha / Reuters

Neth Khai foi detido em 2010 depois de a polícia do Camboja ter descoberto que tinha tirado fotografias e vídeos de cerca de 600 mulheres durante os banhos de uma cerimónia religiosa com uma câmara escondida. 

O presidente do Supremo Tribunal, o juiz Khim Ponn, disse que as acusações eram tão graves que seria contraproducente aplicar uma pena mais leve, informa hoje o portal do diário The Phnom Penh Post.

"Ainda que o acusado se tenha declarado culpado, os crimes cometidos são graves, afetando tanto a moral social como as regras budistas, bem como causando danos nos valores dos outros monges", observou o magistrado na sexta-feira durante a leitura da sentença. 

Lusa

  • Será que lavar em lavandarias self-service compensa?
    8:21
  • "Não se pode voltar atrás, o povo de Deus confirmou a necessidade deste Papa"
    3:15
  • Dois em cada três portugueses vivem vidas sedentárias

    País

    Com menos de hora e meia de exercício semanal, mais de dois terços dos portugueses vivem vidas sedentárias. E a maioria desvaloriza a importância da atividade física, segundo um inquérito divulgado esta quinta-feira pela Fundação Portuguesa de Cardiologia.

  • Depois de dar a volta (de bicicleta de Lisboa a Setúbal)

    País

    Missão cumprida. A SIC foi dar uma volta de bicicleta, acompanhando a primeira etapa de uma iniciativa que pretende impulsionar o uso dos velocípedes no país. Ao longo desta quarta-feira, publicámos vários vídeos em direto na página de Facebook da SIC Notícias, que aqui reunimos, em jeito de balanço.

    Ricardo Rosa

  • Primeira dama chinesa defende avanços na igualdade

    Mundo

    A primeira dama chinesa, Peng Liyuan, defendeu os avanços da China em matéria de igualdade dos géneros. Uma rara entrevista, difundida numa altura em que feministas chinesas asseguram serem controladas pela polícia face às suas campanhas.