sicnot

Perfil

Mundo

Morreu presidente da Nintendo, Satoru Iwata, aos 55 anos

O presidente da Nintendo, Satoru Iwata, morreu, este sábado, aos 55 anos, vítima de cancro, informou este domingo a empresa de videojogos com sede em Quioto, no oeste do Japão, em comunicado.

Satoru Iwata, que se iniciou como programador, tornou-se o quarto presidente da Nintendo, em 2002, dois anos após ter entrado na firma. (Arquivo)

Satoru Iwata, que se iniciou como programador, tornou-se o quarto presidente da Nintendo, em 2002, dois anos após ter entrado na firma. (Arquivo)

© Toru Hanai / Reuters

Satoru Iwata, que se iniciou como programador, tornou-se o quarto presidente da Nintendo, em 2002, dois anos após ter entrado na firma.

Nascido em Sapporo em 1959 e licenciado em Computação pelo Instituto Tecnológico de Tóquio, Satoru Iwata sucedeu a Hiroshi Yamauchi (1927-2013), figura que transformou uma empresa regional num gigante do entretenimento eletrónico.

Iwata impulsionou nomeadamente o lançamento da consola Wii, colocada no mercado em 2006, que foi um dos maiores êxitos comerciais na história da empresa japonesa de videojogos.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.