sicnot

Perfil

Mundo

Maior acelerador de partículas deteta pentaquarks, partículas nunca antes observadas

O maior acelerador de partículas do mundo detetou uma categoria de partículas, os pentaquarks, cuja existência tinha sido prevista há mais de 50 anos, mas nunca observada, anunciou hoje a Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear/CERN.

© Denis Balibouse / Reuters

Os pentaquarks são formados por quarks, os constituintes fundamentais dos protões e dos neutrões, e, apesar de mais meio século de investigações experimentais, nunca antes tinham sido detetados, refere em comunicado o CERN, do qual Portugal é um dos países-membros.

O estudo das suas propriedades poderá, segundo o CERN, permitir uma melhor compreensão de como se forma a matéria, isto é, os protões e os neutrões, que constituem os núcleos atómicos.

Em 1964, o físico norte-americano Murray Gell-Mann revolucionou a compreensão da matéria, admitindo a existência de partículas conhecidas como quarks, o que lhe valeu o Prémio Nobel da Física em 1969.

Gell-Mann propôs a distinção entre duas categorias de partículas: os bariões, que incluem os protões e os neutrões, e os mesões.

Enquanto os bariões são formados por três quarks, os mesões são constituídos por pares de quarks e antiquarks, estando a sua massa entre a dos leptões, nos quais se encontra o eletrão, e a dos bariões. Tanto os bariões como os mesões são partículas elementares que pertencem à família dos hadrões.

De acordo com o CERN, o modelo dos quarks prevê a existência de outros estados compostos dos quarks, nomeadamente os pentaquarks, formados por quatro quarks e um antiquark, a sua antipartícula.

Contudo, até agora, nenhuma experiência tinha confirmado a existência dos pentaquarks.

A descoberta foi feita graças a um dos quatro detetores do Grande Colisionador de Hadrões (LHC, na sigla inglesa), neste caso o LHCb, que procura compreender as diferenças entre a matéria e a antimatéria, analisando certos quarks, sob ângulos diferentes.

O próximo passo dos cientistas será estudar como os quarks se mantêm unidos nos pentaquarks.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.