sicnot

Perfil

Mundo

Ladrões de sepulturas roubam cabeça do realizador de "Nosferatu"

Ladrões de sepulturas roubaram de uma cripta a cabeça do famoso cineasta expressionista alemão Friedrich Wilhelm Murnau, autor do clássico filme mudo de vampiros "Nosferatu", noticiou hoje a imprensa alemã.

Imagem captada do filme "Nosferatu", de 1922.

Imagem captada do filme "Nosferatu", de 1922.

DR

A polícia não excluiu que haja motivações ocultistas por detrás do furto, depois de ter encontrado cera de velas no jazigo da família de Murnau, no cemitério de Stahnsdorf, em Berlim, e está a investigar o caso com base em acusações de roubo e profanação de sepultura.

Os autores do crime abriram o caixão de metal e decapitaram o cadáver embalsamado do cineasta, mas não mexeram nos restos mortais dos seus dois irmãos, indicaram o diário Bild e a agência noticiosa alemã DPA.

Nascido em 1888, Murnau celebrizou-se com o seu clássico do cinema mudo "Nosferatu -- Uma Sinfonia de Terror", estreado em 1922 e sobre o qual a revista Variety, de Hollywood, escreveu que "é reconhecido como um dos mais assustadores filmes de terror de sempre".

Murnau mudou-se mais tarde para Hollywood, onde rodou "Sunrise", que ganhou diversos Óscares da Academia Cinematográfica norte-americana. Morreu em 1931 num acidente de viação perto de Santa Barbara, na Califórnia, e o seu corpo foi repatriado para a sua Alemanha natal.

Lusa

  • Prosseguem buscas por condutor da carrinha no ataque em Barcelona
    2:38