sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 42 mortos em bombardeamentos no oeste do Iraque

Pelo menos 42 pessoas morreram e 30 ficaram feridas, esta quarta-feira, em ataques aéreos e combates entre as forças de segurança e 'jihadistas' do grupo extremista Estado Islâmico (EI) na província de Al-Anbar, no oeste do Iraque.

Uma fonte da segurança citada pela agência de notícias espanhola EFE indicou que as operações do exército iraquiano e dos grupos populares avançaram até Ramadi a partir de três eixos: de oeste, sudoeste e sul da cidade.

Uma fonte da segurança citada pela agência de notícias espanhola EFE indicou que as operações do exército iraquiano e dos grupos populares avançaram até Ramadi a partir de três eixos: de oeste, sudoeste e sul da cidade.

© STRINGER Iraq / Reuters

Uma fonte da segurança citada pela agência de notícias espanhola EFE indicou que as operações do exército iraquiano e dos grupos populares avançaram até Ramadi a partir de três eixos: de oeste, sudoeste e sul da cidade.

Esse avanço provocou intensos combates entre as forças de segurança e os extremistas do EI em diferentes zonas.

A mesma fonte acrescentou que homens armados atacaram as forças de segurança com quatro veículos armadilhados conduzidos por suicidas, o que desencadeou confrontos entre os dois grupos.

Nesses ataques e combates morreram pelo menos oito polícias e dezenas de 'jihadistas' e ficaram feridas outras 17 pessoas.

A oeste de Ramadi, noutro atentado com veículo armadilhado que embateu contra um posto de controlo conjunto na zona de Al-Najib, morreram pelo menos oito membros das milícias populares leais ao exército e dois polícias.

Os bombardeamentos da coligação internacional liderada pelos Estados Unidos provocaram a morte de pelo menos 15 terroristas na ilha de Al-Khalidiya, a leste de Ramadi, referiu a mesma fonte.

Também quatro civis e cinco extremistas morreram e outras 13 pessoas, na maioria civis, ficaram feridas num ataque aéreo do exército iraquiano contra bairros da cidade de Fallujah, a 50 quilómetros a oeste de Bagdad.

As forças de segurança iraquianas e milícias xiitas iniciaram há dois dias, na província de Al-Anbar, uma segunda ofensiva, cujo principal objetivo é recuperar a capital, Ramadi, tomada ao exército pelos 'jihadistas' a 17 de maio numa operação relâmpago que forçou a fuga precipitada dos soldados iraquianos.

O EI controla várias cidades da província iraquiana de Al-Anbar, incluindo Ramadi e Fallujah, tendo mesmo chegado até à zona fronteiriça com a Síria.

Al-Anbar é a província mais vasta do Iraque, ocupando cerca de um terço do seu território, e faz fronteira com a Arábia Saudita, a Jordânia e a Síria.

O Iraque trava desde junho de 2014 uma violenta guerra contra o EI, que conquistou amplas parcelas do seu território e proclamou um califado nas zonas que controla no país e na vizinha Síria.

Lusa

  • IPSS no Seixal alvo de processo e auditoria financeira
    1:47

    País

    A Segurança Social está fazer mais uma inspeção total a uma IPSS, agora na Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos do Seixal. A fiscalização já recolheu documentação e está agora a passar a pente fino as contas, os serviços e todos os procedimentos da Instituição.

    Investigação SIC - Hoje no Jornal da Noite

    SIC

  • "Vai custar muito a voltarmos à realidade"
    2:22
  • Ministro alemão elogia Centeno que está otimista com o futuro da Zona Euro
    1:13

    Economia

    Mário Centeno diz que a Zona Euro tem um futuro positivo pela frente e acredita que o grupo dos países do euro está alinhado num projeto comum. Declarações do novo presidente do Eurogrupo no final de um encontro com o ministro das Finanças alemão, em Berlim. Peter Altmaier deu Portugal como exemplo de sucesso e reconheceu que foi um erro dividir a Europa entre Norte e Sul durante os anos da crise.

  • Trump mentalmente apto para ser Presidente dos EUA

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos foi na semana passada sujeito aos exames médicos anuais obrigatórios. O médico oficial da Casa Branca informou esta terça-feira que Donald Trump está de "excelente" saúde, não apenas física, mas também mental. As dúvidas sobre as capacidades cognitivas de Trump ganharam força após as revelações feitas no livro "Fire and Fury: Inside the Trump White House".

    SIC

  • Quando o frio até as pestanas congela

    Mundo

    Os termómetros desceram até aos - 67º Celsius em Yakutia, 5.300 quilómetros a Este de Moscovo, na Rússia. Nesta região, os estudantes estão habituados a manter as rotinas, mesmo quando as valores chegam aos - 40º Celsius, mas esta terça-feira as autoridades encerraram escolas e aconselharam a população a ficar em casa, longe do frio que até as pestanas congela.

    SIC