sicnot

Perfil

Mundo

Autor de tiroteio em sala de cinema nos EUA em 2012 considerado culpado

O autor do tiroteio numa sala de cinema em Aurora, Estado do Colorado, nos Estados Unidos da América, em julho de 2012, que matou 12 pessoas e feriu outras 70, foi hoje considerado culpado.

© POOL New / Reuters

Os 12 jurados do Tribunal Centennial tinham de avaliar se o jovem, James Holmes, atualmente com 27 anos, estava ou não mentalmente são quando abriu fogo num cinema lotado para a estreia do filme "O Cavaleiro das Trevas Renasce", da personagem Batman.

O crime ocorreu a 20 de julho. A maior parte das vítimas mortais tinha idades compreendidas entre os 20 e os 30 anos. A vítima mais velha tinha 51 anos, enquanto a mais nova tinha seis.

No mesmo mês, a acusação anunciou que o suspeito do tiroteio ia ser julgado por 24 acusações de homicídio e 116 de tentativa de homicídio.

James Holmes também foi acusado de posse de explosivos, encontrados no seu apartamento.

Em maio do ano seguinte, a defesa do presumível autor do massacre informou que este pretendia declarar-se "não culpado", alegando demência.

Lusa

  • O mais sério aviso de Marcelo Rebelo de Sousa ao Governo
    3:15
  • O encontro emocionado de Marcelo com a mãe de uma das vítimas dos fogos
    0:30
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • O sorriso de Jorge Jesus quando soube que o símbolo da Juventus mudou
    1:21

    Desporto

    A Juventus surpreendeu grande parte do mundo do futebol quando alterou completamente o emblema. Agora, o símbolo faz lembrar as iniciais do nome do treinador do Sporting. Jorge Jesus não sabia, mas ficou esta terça-feira a saber e parece ter gostado. O técnico de Alvalade regressa quarta-feira ao estádio da equipa italiana, que conhece muito bem.