sicnot

Perfil

Mundo

Dupla explosão no nordeste da Nigéria provoca vários mortos

Uma dupla explosão registou-se hoje à tarde no mercado central de Gombe, no nordeste da Nigéria, provocando mortos, segundo testemunhas no local.

Foto de Arquivo

Foto de Arquivo

© Afolabi Sotunde / Reuters

A primeira explosão ocorreu às 17:20 locais (mesma hora em Lisboa) junto a uma loja de sapatos, que estava cheia de clientes a fazerem as compras para o feriado que marca o fim do mês do Ramadão, e a segunda registou-se dois minutos depois na mesma zona, disse um comerciante, acrescentando que observou "muitos mortos".

"Estava a uns 70 metros do local a conversar com um amigo sobre a primeira bomba que tinha explodido em frente a uma loja de sapatos e, nesse momento, havia muitas pessoas no mercado", adiantou.

O comerciante afirmou que várias pessoas correram para ajudar os feridos quando uma outra explosão ocorreu junto a uma loja de porcelanas, situada defronte da sapataria.

"Muitas pessoas foram mortas e há mutos feridos", disse.

Um outro comerciante, que visitou o local após as explosões, referiu que viu "uma cena de caos", existindo muitas pessoas "deitadas no chão" e outras "com ferimentos graves".

O número de vítimas ainda não foi divulgado pelas autoridades.

Borno, onde fica situado Gombe, Yobe e Adamawa são os três estados do nordeste da Nigéria mais atingidos pelos ataques do grupo radical islâmico Boko Haram, que já provocaram a morte a mais de 15.000 pessoas em seis anos.

O mercado e a estação de autocarros da cidade de Gombe têm sido palco de atentados e ataques suicidas nos últimos meses.

Lusa

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Itália tenta colocar migrações na agenda do G7 contra vontade dos EUA
    1:45
  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.