sicnot

Perfil

Mundo

FBI identificou autor dos tiroteios em dois centros militares dos EUA

A Agência Federal de Investigação dos Estados Unidos (FBI) identificou o suspeito dos dois tiroteios de hoje à tarde contra os centros militares de Chattanooga, no estado do Tennessee, e que provocaram quatro mortos.

© Stringer . / Reuters

Segundo o FBI, trata-se de Mohammod Youssuf Abdulazeez, de 24 anos.

"Neste momento é prematuro especular sobre os motivos do atirador. Vamos conduzir uma investigação completa desta tragédia", indicou o FBI, em comunicado, adiantando que três pessoas ficaram feridas.

Quatro militares foram hoje mortos em tiroteios ocorridos em dois centros militares de Chattanooga, no estado do Tennessee, no sul dos Estados Unidos, indicou o presidente da câmara local, Andy Berke, acrescentando que o atirador está morto.

O procurador do Ministério Público do distrito leste do Tennessee, Bill Killian, afirmou que os incidentes estão a ser investigados como "ato de terrorismo doméstico".

Segundo um responsável norte-americano, os tiros foram ouvidos junto de duas instalações militares: uma base de reservistas da Marinha norte-americana e um centro de recrutamento onde estão presentes os vários ramos das Forças Armadas, separados por vários quilómetros de distância.

Lusa

  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes

  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.

  • Líderes europeus assinalam progressos para alcançar acordo sobre migrações
    2:02