sicnot

Perfil

Mundo

FBI identificou autor dos tiroteios em dois centros militares dos EUA

A Agência Federal de Investigação dos Estados Unidos (FBI) identificou o suspeito dos dois tiroteios de hoje à tarde contra os centros militares de Chattanooga, no estado do Tennessee, e que provocaram quatro mortos.

© Stringer . / Reuters

Segundo o FBI, trata-se de Mohammod Youssuf Abdulazeez, de 24 anos.

"Neste momento é prematuro especular sobre os motivos do atirador. Vamos conduzir uma investigação completa desta tragédia", indicou o FBI, em comunicado, adiantando que três pessoas ficaram feridas.

Quatro militares foram hoje mortos em tiroteios ocorridos em dois centros militares de Chattanooga, no estado do Tennessee, no sul dos Estados Unidos, indicou o presidente da câmara local, Andy Berke, acrescentando que o atirador está morto.

O procurador do Ministério Público do distrito leste do Tennessee, Bill Killian, afirmou que os incidentes estão a ser investigados como "ato de terrorismo doméstico".

Segundo um responsável norte-americano, os tiros foram ouvidos junto de duas instalações militares: uma base de reservistas da Marinha norte-americana e um centro de recrutamento onde estão presentes os vários ramos das Forças Armadas, separados por vários quilómetros de distância.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.