sicnot

Perfil

Mundo

Guia supremo iraniano pede "cuidadoso escrutínio parlamentar" ao acordo nuclear

O guia supremo iraniano, Ali Khamenei, pediu hoje um "cuidadoso escrutínio" ao acordo nuclear alcançado entre Teerão e as potências mundiais durante o "respetivo processo legal", ao qual deverá ser submetido no parlamento.

O pedido de Ali Khamenei, líder religioso e político que detém a última palavra em todos assuntos públicos do Irão, surge numa carta endereçada ao Presidente iraniano, Hassan Rohani, na qual volta a tecer elogios à equipa negociadora iraniana em Viena e a qualificar o acordo sobre o programa nuclear iraniano como uma "conquista".

Na missiva, publicada hoje no 'site' da presidência iraniana, o guia supremo dá tacitamente a sua aprovação ao texto do acordo, que não critica em nenhum momento, o qual diz que deve seguir os seus trâmites legais sem qualquer impedimento.

"Levar as negociações a um fim foi uma conquista. O texto final, contudo, necessita de um cuidadoso escrutínio e deve atravessar o devido processo legal. No caso de ser aprovado, há que estar preocupado com eventuais violações dos compromissos pela outra parte e fechar o caminho para que não ocorram", disse o líder.

Nesse sentido, Ali Khamenei advertiu o Presidente iraniano que "alguns dos seis países que participaram nas negociações não são fiáveis".

O líder afirmou esperar que a "querida nação iraniana" mantenha a "unidade e dignidade" para que os objetivos nacionais possam ser alcançados numa ambiente "sábio e pacífico".

A nota de Ali Khamenei figura como uma resposta a uma missiva anterior enviada por Rohani a explicar-lhe o final das negociações, nas quais "não só se derrotou o projeto da 'iranianofobia', mas também se conseguiu melhorar o estatuto do país ao ponto de a "comunidade internacional estar ansiosa por encetar negociações e cooperações com o Irão em vários domínios".

O Irão e o chamado Grupo 5+1 (Estados Unidos, França, China, Reino Unido, Rússia e Alemanha) anunciaram, esta terça-feira, ter fechado um acordo histórico, em Viena, que coloca termo a um impasse de 13 anos, interpretado por Teerão como "um novo começo" das suas relações com o mundo.

  • Sporting de Braga afastado da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting de Braga derrotou esta quinta-feira o Marselha, em Braga, por 1-0, na segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa. Um triunfo insuficiente para o apuramento, depois do desaire da equipa minhota em França (3-0).

  • Sporting nos oitavos de final da Liga Europa

    Liga Europa

    O Sporting garantiu esta quinta-feira o apuramento para os oitavos de final da Liga Europa, ao empatar frente ao Astana, em Alvalade, a três golos, na segunda mão dos 16 avos de final, depois de ter triunfado no Cazaquistão por 3-1. Veja ou reveja todos os golos do encontro.

  • Os 36 golos dos 16 avos da Liga Europa

    Liga Europa

    A jornada europeia ficou marcada, no panorama das equipas portuguesas, pelo apuramento do Sporting e pela eliminação do Sporting de Braga. Os leões passam assim a ser o único clube luso em prova na Liga Europa. Nos oitavos de final, o emblema de Alvalade pode encontrar adversários como o Arsenal, o Atlético de Madrid ou o AC Milan. O sorteio realiza-se esta sexta-feira, ao meio-dia. Aqui, veja ou reveja todos os golos da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

  • "O dia a dia na Síria também é lutar por um pão"
    10:13

    Mundo

    Desde domingo que os bombardeamentos do regime sírio a Ghouta já fizeram mais de 400 mortos. Ghouta é o último reduto rebelde nos arredores da capital da síria, onde as forças fiéis a Bashar Al Assad iniciaram no domingo uma intervenção militar de larga escala. Cândida Pinto, editora de Internacional da SIC, e a psicóloga Maria Palha, que já esteve na Síria ao serviço dos Médicos Sem Fronteiras, estiveram na Edição da Noite da SIC Notícias para falar sobre o assunto.

  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC

  • Jane Seymour posa para a Playboy aos 67 anos

    Cultura

    Esta é a terceira vez que a atriz inglesa de 67 anos participa numa sessão fotográfica para a revista Playboy. Jane Seymour aproveitou a oportunidade para se juntar ao movimento #MeToo e falar sobre as agressões sexuais que sofreu às mãos de um produtor, em 1972.

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00
  • Proposta de um cessar-fogo na Síria sem acordo

    Mundo

    O embaixador da Rússia junto das Nações Unidas afirmou esta quinta-feira que os 15 membros do Conselho de Segurança não alcançaram um acordo para aprovar um cessar-fogo de 30 dias na Síria, proposta negociada há mais de duas semanas.