sicnot

Perfil

Mundo

Procuradoria brasileira abre inquérito para investigar ex-Presidente Lula da Silva

A Procuradoria da República em Brasília abriu um inquérito para investigar o ex-Presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva por suposto tráfico de influências a favor da construtora Odebrecht, informou o portal de notícias G1.

© Nacho Doce / Reuters

A Odebrecht é uma das empresas investigadas na Operação Lava Jato, que apura crimes de corrupção cometidos na petrolífera Petrobras.

Segundo o portal de notícias da Rede Globo, os procuradores solicitaram a junção de provas constantes da investigação resultante da Operação Lava Jato para incluir no inquérito sobre o ex-Presidente.

O Instituto Lula, citado pelo G1, informou que o ex-Presidente não iria fazer nenhum comentário.

No dia 30 de abril, a revista Época informou que a Procuradoria iniciou um inquérito preliminar a Lula da Silva, que poderia resultar ou não na abertura formal de um inquérito.

As suspeitas envolvem uma suposta ajuda do ex-Presidente à construtora Odebrecht para a obtenção de contratos em África e na América Latina, entre 2011 e 2014, quando já não era chefe de Governo.

Na ocasião, o Instituto Lula divulgou que possui como principais objetivos "cooperar para o desenvolvimento da África e apoiar a integração latino-americana" e que o ex-Presidente "recebe com frequência dezenas de convites" para conferências sobre temas regionais e globais, tanto de entidades populares e governos como de empresas.

A entidade disse também que Lula da Silva é pago quando a conferência é contratada por uma empresa, e que todas as suas viagens foram divulgadas para a imprensa, mesmo após a sua saída da Presidência, a 01 de janeiro de 2011.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".