sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos dois mortos e 39 feridos à chegada do tufão Nangka ao Japão

Pelo menos duas pessoas morreram e 39 ficaram feridas devido à passagem do tufão Nangka pelo sul e oeste do Japão, que obrigou à retirada de milhares de pessoas e à suspensão de centenas de voos e ligações ferroviárias.


O Nangka, o 11.º tufão da temporada, tocou terra às 23:00 de quinta-feira (15:00 de quinta-feira em Lisboa) perto do cabo Muroto, na ilha de Shikoku, no sul do país, e deslocou-se em direção a noroeste, transportando fortes chuvas e ventos de mais de 160 quilómetros por hora.

As autoridades locais emitiram ordens de evacuação em cinco prefeituras do sul, oeste e centro do Japão, face ao risco de inundações e deslizamentos de terras, instando à retirada de cerca de 350 mil pessoas.

Depois de na véspera ter forçado o cancelamento de mais de 200 voos nacionais e internacionais, as duas principais transportadoras japonesas -- Japan Airlines (JAL) e All Nippon Airways (ANA) -- suspenderam hoje aproximadamente 180 ligações com partida ou chegada previstas para o oeste e sul do Japão.

A operadora ferroviária Shikoku Railway também suspendeu hoje todos os serviços, ao mesmo tempo que a West Japan Railway manteve encerradas também a maioria das suas ligações locais.

As ligações de 'ferry' no Mar Interior do Japão também foram suspensas e troços de autoestradas encerrados devido ao forte tufão.

Às 10:00 locais (02:00 em Lisboa) o Nangka encontrava-se mais debilitado, a norte da prefeitura de Okayama (oeste) e dirigia-se, a uma velocidade de 20 quilómetros por hora, ao Mar do Japão, onde a Agência Meteorológica do Japão advertiu para a ocorrência de fortes chuvas e ventos.

Lusa

  • Governo quer aumentar fiscalização a baixas fraudulentas
    1:10

    País

    O Governo quer criar uma bolsa de médicos para fiscalizar quem recebe o subsídio por doença. A intenção foi manifestada à TSF pela secretária de Estado da Segurança Social. Em 2016 foram detetados mais de 56 mil trabalhadores com baixa médica que afinal estavam aptos para trabalhar.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.