sicnot

Perfil

Mundo

Descartada ameaça de tsunami após forte sismo ao largo das Ilhas Salomão

Um forte sismo foi registado hoje ao largo das Ilhas Salomão, mas a potencial ameaça de ocorrência de um tsunami no Pacífico foi, entretanto, afastada.

O tremor de terra ocorreu a 78 quilómetros de Lata nas Ilhas Salomão e a 583 da capital, Honiara, informou o Serviço de Geologia dos Estados Unidos (USGS), que monitoriza a atividade sísmica global, que reviu em baixa a magnitude do abalo de 7,5 para 7.

O Centro de Alertas de Tsunami do Pacífico, com sede no Havai, que colocou a magnitude do abalo em 6,9, indicou que com base nos dados disponíveis "a ameaça de tsunami devido a este sismo tinha agora praticamente passado"

"Flutuações menores do nível do mar de até 0,3 metros superiores ou inferiores à maré normal podem continuar nas próximas horas", acrescentou.

As Ilhas Salomão fazem parte do chamado "Anel de Fogo" do Pacífico, uma zona de forte atividade tectónica e vulcânica.

Em 2013, as Ilhas Salomão foram sacudidas por um tsunami desencadeado na sequência de um sismo de magnitude 8, que fez pelo menos dez mortos e deixou milhares de desalojados.

Lusa

  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.