sicnot

Perfil

Mundo

Donald Trump diz que John McCain não merece estatuto de herói

O milionário e candidato à Casa Branca Donald Trump afirmou hoje que o senador republicano John McCain, ex-piloto que foi feito prisioneiro durante a guerra do Vietnam, não merece o estatuto de "herói".

© Jim Young / Reuters

"Não é um herói de guerra. É um herói de guerra porque foi capturado", afirmou Donald Trump numa iniciativa dos conservadores no estado de Iowa, acrescentando, num ataque pouco habitual: "eu gosto de pessoas que não foram capturadas".

O comentário provocou de imediato a indignação dos republicanos, já que John McCaine é uma das figuras do Congresso, com o estatuto de antigo combatente. Hoje com 78 anos, foi piloto na guerra do Vietnam e em outubro de 1967 foi atingido por um míssil e teve de se ejetar. Ferido e capturado em Hanoi, ficou preso cinco anos e meio e foi torturado.

Donald Trump, com 69 anos, conseguiu evitar a guerra com múltiplos adiamentos, de acordo com documentos publicados pela imprensa em 2011.

As afirmações de Trump surgiram no âmbito de uma pergunta sobre as críticas que o senador lhe fez sobre as suas propostas na área da imigração. No mês passado o multimilionário provocou uma vaga de indignação ao juntar no mesmo grupo clandestinos e delinquentes mexicanos.

Sobre a mesma questão, e numa entrevista que será difundida no domingo por uma rádio de Nova Iorque, Donald Trump considera que o México é um lugar "corrupto" e diz que os Estados Unidos deveriam impor um "boicote" ao país.

"Temos de fechar a nossa fronteira. Temos de construir um muro", disse, repetindo as polémicas propostas que lançou na apresentação da campanha.

John McCain, defensor de uma reforma do sistema de imigração, disse na quinta-feira, com a sua franqueza habitual, que Donald Trump tinha "excitado os ´nerds´" com as suas declarações anti-imigrantes.

Trump respondeu que John McCain era um "idiota" e que tinha ficado em último lugar na Academia Naval de Annapolis.

Na entrevista a ser difundida reafirma que o México é "um lugar corrupto" e com um sistema judicial "horrível".

Lusa

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.