sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos quatro mortos à passagem do tufão Nangka pelo Japão

Pelo menos quatro pessoas morreram e 55 outras ficaram feridas na sequência da passagem do tufão Nangka pelo sul e oeste do país, informou hoje a agência Kyodo.

Após tocar terra, esta sexta-feira, na ilha de Shikoku, o tufão, o 11.º da temporada 2015 no Pacífico, deslocou-se em direção a noroeste e atravessou o Mar Interior e as prefeituras Okayama e Tottori, no extremo ocidental de Honshu, a principal ilha do Japão.

Às primeiras horas de hoje, o Nangka, já reduzido a uma depressão tropical, movia-se sobre o Mar do Japão, depois de ter mudado de rumo a leste em direção à península de Noto, em Ishikawa, no centro do país.

O Nangka, que trouxe fortes chuvas e ventos, provocou a morte de pelo menos quatro pessoas, das quais três morreram afogadas depois de terem sido arrastadas pela água.

As autoridades japonesas contabilizaram ainda 55 feridos e estimaram danos em cerca de 220 casas, todas no oeste do país, devido às cheias.

Entre quinta e sexta-feira, aproximadamente 400 voos nacionais e internacionais, com partida ou chegada no oeste e sul do Japão, foram suspensos.

A tempestade também obrigou, na véspera, à suspensão da maioria das ligações ferroviárias no ocidente do país asiático.

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.