sicnot

Perfil

Mundo

México intensifica operações policiais para tentar recapturar "El Chapo"

O Governo do México intensificou a perseguição ao narcotraficante Joaquín "El Chapo" Guzmán através de uma vasta operação em todo o país e na sequência da sua fuga de uma prisão de máxima segurança há uma semana.

© Reuters Photographer / Reuter

Após a evasão de "Em Chapo" em 11 de julho, o Governo mexicano tem garantido que efetua todos os esforços para capturar de novo o narcotraficante protagonista de uma fuga espetacular e que provocou forte indignação em todo o país.

Na sexta-feira decorreu uma reunião entre os membros do gabinete de segurança do governo e os titulares e representantes das secretarias de segurança pública das 32 entidades federais do México, para ampliar a perseguição ao líder do cartel de Sinaloa.

Os responsáveis pela operação prometeram "redobrar esforços" para a recaptura, enquanto fontes da polícia federal referiram ao diário El Universal que a operação decorre em todo o país, mas com as atenções centradas na zona central do México.

Assim, permanecem sob forte vigilância as fronteiras do Distrito federal, estado do México, Guerrero, Hidalgo, Morelos, Puebla e Tlaxcala, para evitar a fuga de "El Chapo".

Na segunda-feira as autoridades mexicanas anunciaram uma recompensa de 60 milhões de pesos (3,5 milhões de euros) por informações que conduzam à captura de "El Chapo".

Após o anúncio da recompensa, foi disponibilizada uma linha telefónica gratuita para denúncias e informações sobre o caso e exibiu "uma fotografia recente" do narcotraficante, na qual aparece sem bigode e com a cabeça rapada.

Três altos funcionários, incluindo o diretor da prisão, foram entretanto despedidos, segundo revelou o ministro do Interior mexicano, dando conta da suspeita de que "El Chapo" terá contado com a cumplicidade de pessoal da prisão de alta segurança de Altiplano.

Lusa

  • O momento da fuga de "El Chapo"
    1:44

    Mundo

    As autoridades mexicanas divulgaram o vídeo que mostra o momento da fuga de Joaquín Guzman de uma prisão de alta segurança. Um dos maiores narcotraficantes do continente americano conseguiu escapar por um buraco do chuveiro da cela onde se encontrava.

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.