sicnot

Perfil

Mundo

México intensifica operações policiais para tentar recapturar "El Chapo"

O Governo do México intensificou a perseguição ao narcotraficante Joaquín "El Chapo" Guzmán através de uma vasta operação em todo o país e na sequência da sua fuga de uma prisão de máxima segurança há uma semana.

© Reuters Photographer / Reuter

Após a evasão de "Em Chapo" em 11 de julho, o Governo mexicano tem garantido que efetua todos os esforços para capturar de novo o narcotraficante protagonista de uma fuga espetacular e que provocou forte indignação em todo o país.

Na sexta-feira decorreu uma reunião entre os membros do gabinete de segurança do governo e os titulares e representantes das secretarias de segurança pública das 32 entidades federais do México, para ampliar a perseguição ao líder do cartel de Sinaloa.

Os responsáveis pela operação prometeram "redobrar esforços" para a recaptura, enquanto fontes da polícia federal referiram ao diário El Universal que a operação decorre em todo o país, mas com as atenções centradas na zona central do México.

Assim, permanecem sob forte vigilância as fronteiras do Distrito federal, estado do México, Guerrero, Hidalgo, Morelos, Puebla e Tlaxcala, para evitar a fuga de "El Chapo".

Na segunda-feira as autoridades mexicanas anunciaram uma recompensa de 60 milhões de pesos (3,5 milhões de euros) por informações que conduzam à captura de "El Chapo".

Após o anúncio da recompensa, foi disponibilizada uma linha telefónica gratuita para denúncias e informações sobre o caso e exibiu "uma fotografia recente" do narcotraficante, na qual aparece sem bigode e com a cabeça rapada.

Três altos funcionários, incluindo o diretor da prisão, foram entretanto despedidos, segundo revelou o ministro do Interior mexicano, dando conta da suspeita de que "El Chapo" terá contado com a cumplicidade de pessoal da prisão de alta segurança de Altiplano.

Lusa

  • O momento da fuga de "El Chapo"
    1:44

    Mundo

    As autoridades mexicanas divulgaram o vídeo que mostra o momento da fuga de Joaquín Guzman de uma prisão de alta segurança. Um dos maiores narcotraficantes do continente americano conseguiu escapar por um buraco do chuveiro da cela onde se encontrava.

  • O perfil do novo herói do surf português
    3:43
  • "Temos de melhorar o sistema de prevenção e combate dos incêndios"
    18:07

    País

    O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias, desta quinta-feira. Em análise esteve o chumbo do PCP na criação de um banco nacional de terras, a reforma da floresta em Portugal, as falhas no sistema de comunicação do SIRESP, a lei da rolha nos bombeiros, a seca no país e ainda a pesca da sardinha, que poderá vir a ser proibida durante 15 anos. 

    Entrevista SIC Notícias

  • CGTP acusa PT de ilegalidades no dia da greve
    0:46

    Economia

    A CGTP pede a intervenção do Governo na PT. Esta quinta-feira, na SIC Notícias, Arménio Carlos acusou a empresa de estar a cometer mais uma ilegalidade, ao ter requisitado trabalhadores para cumprir serviços mínimos uma semana antes do permitido por lei.

  • Altice responde a António Costa
    1:33

    Economia

    A Altice respondeu ao Governo, na sequência das críticas de António Costa, lamentando que Portugal não reconheça a importância dos investimentos que o grupo faz no país. A dona da PT inaugurou esta quinta-feira um novo call center em Vieira do Minho e, na sexta-feira, está marcada uma greve geral dos trabalhadores da PT.

  • Protesto dos enfermeiros é "ilegal"
    2:37
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26

    Aqui há História

    Os baixios da barra do Tejo já foram cemitério de centenas de embarcações. Uma delas foi o Patrão Lopes, o navio de salvamento que saía para o mar quando todos fugiam das tempestades. Foram cinco dias em agonia até naufragar no Bugio, num caso que acabou na barra do tribunal. 80 anos depois, a SIC mergulhou no Patrão Lopes porque "Aqui Há História".

  • Sismo de magnitude 6.9 na Turquia

    Mundo

    Um forte sismo com magnitude 6.9 na escala de Richter fez-se sentir esta quinta-feira a sul da cidade turca de Bodrum. A informação foi avançada pela agência norte-americana de Geologia.