sicnot

Perfil

Mundo

Três soldados egípcios mortos em ataque da rebelião islamita no Sinai

Três soldados egípcios foram hoje mortos num ataque com lança-granadas contra um posto de controlo militar na península do Sinai, anunciou o exército em comunicado.

O ramo egípcio do grupo Estado Islâmico (EI) reivindicou o ataque em comunicado difundido nas redes sociais.

Antes, o comando militar egípcio tinha anunciado a morte de 20 islamitas numa operação onde foi destruído um edifício e dois camiões.

Na quinta-feira, o ramo egípcio do grupo EI disse ter atacado "com mísseis" uma fragata da marinha ao largo da península do Sinai, no primeiro atentado do género desde o início, em 2013, da rebelião 'jihadista' no país.

As Forças armadas reconheceram que um navio da marinha foi atingido no decurso de combates, mas assegurou não se registaram vítimas. Pelo contrário, a formação islamita reivindicou a morte de toda a tripulação.

Os atentados multiplicaram-se no Egito desde a destituição pelos militares, em julho do 2013, do presidente Mohamed Morsi, apoiado pela Irmandade Muçulmana. Centenas de polícias e soldados, em particular no norte do Sinai, foram mortos desde o início da rebelião.

Os 'jihadistas' afirmam reagir em represália à sangrenta repressão sobre os partidários do ex-presidente, que já provocou pelo menos 1.500 mortos, na maioria manifestantes islamitas, milhares de feridos e dezenas de milhares de detenções. Muitas centenas de presos, incluindo a cúpula da Irmandade, foram condenados à morte em processos sumários, apesar de alguns tribunais já terem ordenado novos processos judiciais.

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52