sicnot

Perfil

Mundo

Três soldados egípcios mortos em ataque da rebelião islamita no Sinai

Três soldados egípcios foram hoje mortos num ataque com lança-granadas contra um posto de controlo militar na península do Sinai, anunciou o exército em comunicado.

O ramo egípcio do grupo Estado Islâmico (EI) reivindicou o ataque em comunicado difundido nas redes sociais.

Antes, o comando militar egípcio tinha anunciado a morte de 20 islamitas numa operação onde foi destruído um edifício e dois camiões.

Na quinta-feira, o ramo egípcio do grupo EI disse ter atacado "com mísseis" uma fragata da marinha ao largo da península do Sinai, no primeiro atentado do género desde o início, em 2013, da rebelião 'jihadista' no país.

As Forças armadas reconheceram que um navio da marinha foi atingido no decurso de combates, mas assegurou não se registaram vítimas. Pelo contrário, a formação islamita reivindicou a morte de toda a tripulação.

Os atentados multiplicaram-se no Egito desde a destituição pelos militares, em julho do 2013, do presidente Mohamed Morsi, apoiado pela Irmandade Muçulmana. Centenas de polícias e soldados, em particular no norte do Sinai, foram mortos desde o início da rebelião.

Os 'jihadistas' afirmam reagir em represália à sangrenta repressão sobre os partidários do ex-presidente, que já provocou pelo menos 1.500 mortos, na maioria manifestantes islamitas, milhares de feridos e dezenas de milhares de detenções. Muitas centenas de presos, incluindo a cúpula da Irmandade, foram condenados à morte em processos sumários, apesar de alguns tribunais já terem ordenado novos processos judiciais.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.