sicnot

Perfil

Mundo

União Europeia condena atentado no Iraque que fez uma centena de mortos

A União Europeia (UE) condenou hoje o atentado no Iraque cometido pelo grupo Estado Islâmico (EI), que fez uma centena de mortos, e pediu para que os responsáveis sejam levados à justiça.

STR

"Esta violência interna está a minar os esforços do Iraque para voltar à paz e à estabilidade", referiu o Serviço Europeu de Ação Exterior em comunicado.

O ataque ocorreu num mercado popular da zona de Jan Beni Said, na província de Diyala, situada a nordeste de Bagdad, de população maioritariamente xiita.

A União Europeia realçou que as celebrações hoje do fim do Ramadão ('Aid al Fitr') ficaram "manchadas pela violência", ao mesmo tempo que expressou as condolências às famílias das vítimas.

"Estamos juntos com o povo iraquiano na nossa luta comum contra o terrorismo e a violência sectária", salientou o SEAE.

"A União Europeia também mantém o compromisso de contribuir para os esforços regionais e internacionais com vista a enfrentar os grupos extremistas e o terrorismo violentos que ameaçam a estabilidade regional e global", concluiu.

Lusa

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45
  • A rã que brilha no escuro
    2:08
  • Indonésio encontrado dentro de cobra pitão

    Mundo

    Akbar Salubiro, de 25 anos, esteve perto de 24 horas desaparecido na remota ilha indonésia de Sulawesi. Acabou por ser encontrado um dia depois, no jardim da própria casa, dentro de uma pitão de 7 metros.

  • Relação de Portugal com Angola é "insubstituível"
    1:00

    País

    Paulo Portas considera que a relação de Portugal com Angola é insubstituível. Numa entrevista ao Jornal de Negócios, o ex vice-primeiro-ministro defende que o país deve ser profissional no relacionamento político com Luanda.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.