sicnot

Perfil

Mundo

União Europeia condena atentado no Iraque que fez uma centena de mortos

A União Europeia (UE) condenou hoje o atentado no Iraque cometido pelo grupo Estado Islâmico (EI), que fez uma centena de mortos, e pediu para que os responsáveis sejam levados à justiça.

STR

"Esta violência interna está a minar os esforços do Iraque para voltar à paz e à estabilidade", referiu o Serviço Europeu de Ação Exterior em comunicado.

O ataque ocorreu num mercado popular da zona de Jan Beni Said, na província de Diyala, situada a nordeste de Bagdad, de população maioritariamente xiita.

A União Europeia realçou que as celebrações hoje do fim do Ramadão ('Aid al Fitr') ficaram "manchadas pela violência", ao mesmo tempo que expressou as condolências às famílias das vítimas.

"Estamos juntos com o povo iraquiano na nossa luta comum contra o terrorismo e a violência sectária", salientou o SEAE.

"A União Europeia também mantém o compromisso de contribuir para os esforços regionais e internacionais com vista a enfrentar os grupos extremistas e o terrorismo violentos que ameaçam a estabilidade regional e global", concluiu.

Lusa

  • Governo admite subir preço da água para promover a poupança
    3:48

    Economia

    O Governo admite aumentar o preço da água para promover a poupança, numa altura em que o país está em seca extrema. Contudo, a eficácia da medida está comprometida pelo menos no imediato. Qualquer mexida no preço só poderá acontecer em 2019 porque as tarifas do próximo ano já estão decididas.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • Cobra encontrada em comboio na Indonésia
    0:26

    Mundo

    Um passageiro usou as próprias mãos para retirar uma cobra que estava dentro de um comboio em Jacarta, na Indonésia. O vídeo foi gravado por um passageiro na passada terça-feira, 21 de novembro. A cobra estava na parte de cima da carruagem. Algumas testemunhas dizem que o réptil escapou da bagagem de um dos passageiros.

  • Pense bem antes de beijar um colega

    Mundo

    O tribunal da província espanhola de Huesca aceitou o pedido de indemnização de uma mulher que foi vítima de assédio sexual por parte de um colega de trabalho. A mulher terá pedido boleia ao colega que, dentro do carro, lhe passou a mão pelas pernas, mas não ficou por aí.

    SIC