sicnot

Perfil

Mundo

Atentado faz pelo menos 27 mortos na fronteira sírio-turca

Uma explosão na vila turca de Suruc, perto da fronteira com a Síria, matou pelo menos 27 pessoas e feriu mais de 100, relatam as agências de notícias. O ministro do Interior turco já classificou a explosão como um atentado.

Fronteira sírio-turca, entre Suruc e Kobani.

Fronteira sírio-turca, entre Suruc e Kobani.

© Murad Sezer / Reuters

As autoridades locais citadas pela estação televisiva apontavam para um atentado ligado ao Estado Islâmico.

De acordo com os primeiros relatos, houve um incêndio logo após um grande estrondo que arrasou com os vidros do edifício de um centro cultural de Suruc, e as primeiras imagens mostram corpos ensanguentados no chão e as ambulâncias a apressarem-se para o local.

O atentado surge numa altura em que a Turquia tem tentado endurecer o combate a este grupo terrorista islâmico. Na semana passada, as autoridades prenderam dezenas de militantes e simpatizantes do Estado Islâmico, naquilo que foi a ação mais significativa de Ankara contra os terroristas que controlam partes da Síria e do Iraque, países que fazem fonteira com a Turquia.

Suruc alberga um dos maiores campos de refugiados sírios, que procuram escapar ao quarto ano de conflitos no seu país.

O campo de refugiados alberga cerca de 35 mil pessoas.

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • "Todas as decisões que tomei foi sempre a pensar no Sporting primeiro"
    2:08
  • Saransk tanto anseia por Ronaldo que até lhe fizeram um vídeo e uma música
    3:07
  • Portugal quer atrair imigrantes
    1:28

    País

    O Governo prepara-se para regularizar a situação de 30 mil imigrantes ilegais que vivem em Portugal. De acordo com a edição deste sábado do semanário Expresso, o Executivo pretende também abrir portas a 75 mil novos imigrantes por ano.