sicnot

Perfil

Mundo

Ministro cubano reclama fim de embargo e restituição de terrenos de Guantánamo

O ministro dos Negócios Estrangeiros cubano, Bruno Rodríguez, apelou hoje, em Washington, ao fim do embargo económico dos Estados Unidos contra Cuba e reclamou a restituição dos terrenos da base naval norte-americana de Guantánamo.

© POOL New / Reuters

Falando uma conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo norte-americano, John Kerry, o chefe da diplomacia cubana apontou como pontos "cruciais para uma normalização" das relações entre os dois países o "levantamento completo do embargo e a restituição do território ocupado ilegalmente de Guantánamo, assim como o respeito pela soberania de Cuba e as compensações para o povo cubano pelos danos humanos e económicos".

Em resposta, o secretário de Estado norte-americano referiu que a administração de Barack Obama deseja rapidamente o levantamento do embargo imposto a Cuba desde 1962.

Contudo, ressalvou que, "de momento, não há intenção" por parte dos Estados Unidos de alterar "o tratado de locação" do centro de detenção da baía de Guantánamo, que alberga uma prisão militar.

"Mas compreendemos que seja um ponto importante para Cuba", assinalou.

Estados Unidos e Cuba reataram hoje, oficialmente, relações diplomáticas, com a reabertura das suas embaixadas em Havana e Washington.

Lusa

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.