sicnot

Perfil

Mundo

Desmond Tutu recebeu alta do hospital

O Nobel da Paz e arcebispo emérito da Cidade do Cabo, Desmond Tutu, recebeu hoje alta após passar uma semana num hospital da cidade sul-africana devido a uma infeção.

© Stringer . / Reuters

O ativista "anti-apartheid" apenas precisará agora de repousar, segundo um comunicado divulgado pela Fundação com o seu nome, citado pela agência espanhola EFE.

"Os médicos foram fantásticos e faremos todos os possíveis para não os dececionar", afirmou a filha do clérigo anglicano, Mpho Tutu.

Desmond Tutu, de 83 anos, deu entrada no hospital na passada quarta-feira por não estar a responder aos antibióticos que tomava contra a infeção que sofria.

A hospitalização do arcebispo não está relacionada com o cancro da próstata que lhe foi diagnosticado há alguns anos, que continua controlado graças à medicação, segundo as mesmas fontes.

A família agradeceu o apoio recebido durante a hospitalização do destacado ativista, que continua a ser uma voz ativa na sociedade civil sul-africana, apesar de os problemas de saúde próprios da idade o terem levado ao hospital várias vezes nos últimos anos.

Desmond Tutu foi galardoado com o Prémio Nobel da Paz em 1984 pela sua denúncia, a partir dos púlpitos, do regime segregacionista do "apartheid" em vigor na África do Sul.

Nos últimos anos envolveu-se, entre outras causas, na luta contra a propagação do vírus da sida, e criticou a corrupção e o suposto autoritarismo do partido no poder no seu país, o seu antigo aliado Congresso Nacional Africano (CNA).

Além de crítico de quaisquer ditaduras e de apoiante da causa palestiniana, Desmond Tutu defende os direitos dos homossexuais e apoia o Tribunal Penal Internacional, criticado como colonialista por numerosos líderes africanos.

Lusa

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.

  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.