sicnot

Perfil

Mundo

Desmond Tutu recebeu alta do hospital

O Nobel da Paz e arcebispo emérito da Cidade do Cabo, Desmond Tutu, recebeu hoje alta após passar uma semana num hospital da cidade sul-africana devido a uma infeção.

© Stringer . / Reuters

O ativista "anti-apartheid" apenas precisará agora de repousar, segundo um comunicado divulgado pela Fundação com o seu nome, citado pela agência espanhola EFE.

"Os médicos foram fantásticos e faremos todos os possíveis para não os dececionar", afirmou a filha do clérigo anglicano, Mpho Tutu.

Desmond Tutu, de 83 anos, deu entrada no hospital na passada quarta-feira por não estar a responder aos antibióticos que tomava contra a infeção que sofria.

A hospitalização do arcebispo não está relacionada com o cancro da próstata que lhe foi diagnosticado há alguns anos, que continua controlado graças à medicação, segundo as mesmas fontes.

A família agradeceu o apoio recebido durante a hospitalização do destacado ativista, que continua a ser uma voz ativa na sociedade civil sul-africana, apesar de os problemas de saúde próprios da idade o terem levado ao hospital várias vezes nos últimos anos.

Desmond Tutu foi galardoado com o Prémio Nobel da Paz em 1984 pela sua denúncia, a partir dos púlpitos, do regime segregacionista do "apartheid" em vigor na África do Sul.

Nos últimos anos envolveu-se, entre outras causas, na luta contra a propagação do vírus da sida, e criticou a corrupção e o suposto autoritarismo do partido no poder no seu país, o seu antigo aliado Congresso Nacional Africano (CNA).

Além de crítico de quaisquer ditaduras e de apoiante da causa palestiniana, Desmond Tutu defende os direitos dos homossexuais e apoia o Tribunal Penal Internacional, criticado como colonialista por numerosos líderes africanos.

Lusa

  • Ministra tem condições para ficar?
    1:57
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Depois de sair da autoestrada o vidro do carro ainda estava a ferver"
    2:01
  • O desabafo de um empresário que perdeu "uma vida inteira de trabalho" no fogo
    2:08
  • Os testemunhos emocionados de quem perdeu quase tudo nos fogos
    2:10
  • A primeira moção de censura ao fim de quase dois anos
    1:42

    País

    O CDS-PP avançou com uma moção de censura ao Governo, perante o que chama de falha do Governo na proteção das pessoas. O PSD apoia a iniciativa. António Costa fala num ato natural da democracia. Esta é a primeira moção de censura que o Governo socialista enfrenta ao fim de quase dois anos de mandato.

  • "Agora é tempo de decidir e executar"
    1:27

    País

    O primeiro-ministro reuniu-se esta terça-feira com os autarcas das zonas mais afetadas pelos incêndios e visitou os feridos, que continuam internados no Hospital de Coimbra. António Costa diz que o tempo das respostas começa agora.

  • Norte-americana foi à discoteca e tornou-se princesa

    Mundo

    A história de Ariana Austin é quase como um conto de fadas moderno. A jovem vai até ao baile, onde conhece o seu príncipe. Só que a norte-americana foi a uma discoteca e, na altura, não sabia que Joel Makonnen era na verdade um príncipe da Etiópia e que casaria com ele 12 anos depois, tornando-se também ela numa princesa.