sicnot

Perfil

Mundo

Ministro francês dos Negócios Estrangeiros visita Irão na próxima semana

O ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Laurent Fabius, anunciou hoje que vai visitar o Irão "na próxima semana", onde se encontrará com o Presidente Hassan Rohani, após a conclusão do acordo histórico sobre o programa nuclear de Teerão.

© Leonhard Foeger / Reuters

"Estarei lá na próxima semana", declarou o ministro à rádio France International.

Segundo a sua comitiva, a visita está prevista para dia 29 de julho.

"O meu colega iraniano (Mohammad Javad) Zarif convidou-me. Já me tinha convidado antes, só que eu não tinha aceitado, mas agora acho que estão reunidas todas as condições", explicou o ministro francês.

Os representantes do Medef, a principal organização patronal francesa, deverão visitar o Irão "em setembro", indicou.

O Conselho de Segurança das Nações Unidas aprovou, na segunda-feira, o acordo nuclear assinado seis dias antes (a 14 de julho) pelo Irão e pelas grandes potências, abrindo caminho para o levantamento das sanções internacionais que vigoram desde 2006 sobre a República Islâmica.

Esta perspetiva "atiça os apetites económicos" dos ocidentais para o mercado iraniano, noticia a agência francesa AFP.

Na segunda-feira, o ministro da Economia alemão, Sigmar Gabriel, acompanhado da vice-chanceler, foi o primeiro dirigente ocidental a visitar Teerão depois da conclusão do acordo nuclear, com o objetivo de reforçar as relações económicas entre a Alemanha e o Irão.

Com mais de 80 milhões de habitantes, o mercado iraniano representa um grande interesse para as empresas francesas, como as construtoras automóveis PSA Peugeot, Citroen e Renault, e para a petrolífera Total.

Sob o efeito das sanções que visam a República Islâmica, a França viu as suas trocas comerciais com Irão cairem para 500 milhões de euros em 2013, um valor oito vezes inferior ao registado em 2004, de acordo com um relatório do Senado francês.

Segundo o Fundo Monetário Internacional, a China e a Coreia do Sul são os principais fornecedores do Irão, enquanto a França fica na sétima posição, atrás da Alemanha e da Itália, em termos de países europeus.

Lusa

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.

  • O momento em que Trump quis ser um camionista

    Mundo

    O Presidente norte-americano Donald Trump reuniu-se esta quinta-feira com representantes da indústria de camionagem. Não é apenas do encontro que lhe falamos, mas principalmente da invulgar receção feita por Trump, que entrou para um camião, fingiu que o conduzia e buzinou... em pleno jardim da Casa Branca.

  • FBI investiga possível campanha de espiões russos contra Hillary
    0:57

    Mundo

    A suspeita de ligação entre a equipa de Donald Trump e operacionais russos está a aumentar. A CNN diz que a equipa do Presidente do Estados Unidos da América se coordenou com os russos para atingir Hillary Clinton. O FBI está a investigar registos telefónicos, de viagens, relatórios e transações para offshores.

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • O edifício mais longo do mundo

    Mundo

    Se pensa que já viu tudo em relação aos edifícios mais longos e complexos do mundo, pense duas vezes. O edifício mais longo do mundo pode estar prestes a chegar e promete fazer de Nova Iorque uma cidade ainda mais atrativa.