sicnot

Perfil

Mundo

ONU apela à calma no Burundi em dia de eleição presidencial

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, apelou na segunda-feira às autoridades do Burundi para "fazerem tudo para garantir a segurança e a realização pacífica" da eleição presidencial.

© Stringer . / Reuters

Em comunicado publicado horas antes do início do escrutínio, Ban Ki-moon instou "todas as partes a evitarem todas as formas de violência que possam comprometer a estabilidade do Burundi e da região" e "reiterou o seu apelo à retoma de um diálogo franco".

Recordando que a Missão de Observação Eleitoral das Nações Unidas no Burundi (MENUB) destacou observadores para acompanhar as eleições, o secretário-geral da ONU instou "todas as partes a facilitarem o cumprimento da sua missão e pediu em particular ao governo para assegurar a segurança dos observadores".

Cerca de 3,8 milhões de nacionais do Burundi elegem hoje o seu Presidente, numa votação denunciada pela oposição e sociedade.

Na base das críticas está o argumento dos que consideram contrário à Constituição um terceiro mandato do Presidente Pierre Nkurunziza, cuja candidatura afundou o país na pior crise política dos últimos dez anos.

Lusa

  • Explosões e tiros na capital do Burundi

    Mundo

    Várias explosões e tiros foram ouvidas hoje à noite em Bujumbura, capital do Burundi, país que realiza terça-feira uma controversa eleição presidencial, devido à recandidatura do atual chefe de Estado a um terceiro mandato.

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.