sicnot

Perfil

Mundo

ONU apela à calma no Burundi em dia de eleição presidencial

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, apelou na segunda-feira às autoridades do Burundi para "fazerem tudo para garantir a segurança e a realização pacífica" da eleição presidencial.

© Stringer . / Reuters

Em comunicado publicado horas antes do início do escrutínio, Ban Ki-moon instou "todas as partes a evitarem todas as formas de violência que possam comprometer a estabilidade do Burundi e da região" e "reiterou o seu apelo à retoma de um diálogo franco".

Recordando que a Missão de Observação Eleitoral das Nações Unidas no Burundi (MENUB) destacou observadores para acompanhar as eleições, o secretário-geral da ONU instou "todas as partes a facilitarem o cumprimento da sua missão e pediu em particular ao governo para assegurar a segurança dos observadores".

Cerca de 3,8 milhões de nacionais do Burundi elegem hoje o seu Presidente, numa votação denunciada pela oposição e sociedade.

Na base das críticas está o argumento dos que consideram contrário à Constituição um terceiro mandato do Presidente Pierre Nkurunziza, cuja candidatura afundou o país na pior crise política dos últimos dez anos.

Lusa

  • Explosões e tiros na capital do Burundi

    Mundo

    Várias explosões e tiros foram ouvidas hoje à noite em Bujumbura, capital do Burundi, país que realiza terça-feira uma controversa eleição presidencial, devido à recandidatura do atual chefe de Estado a um terceiro mandato.

  • "Não partilhei SMS com ninguém"
    0:43

    Caso CGD

    António Domingues afirma que nunca revelou o conteúdo das mensagens trocadas com o ministro das Finanças sobre a entrega das declarações de património ao Tribunal Constitucional. O tema dos SMS foi abordado pelo ex-presidente da Caixa na sequência de uma pergunta do PCP sobre declarações feitas por António lobo Xavier no programa da SIC Notícias "Quadratura do Círculo".

  • "As regras europeias de bem estar animal são dogmas", diz diretor-geral de Veterinária
    1:32

    País

    O diretor-geral de Alimentação e Veterinária considera que as regras de bem estar animal que existem na União Europeia (UE) "parecem configurar uma transfiguração antropomórfica dos animais". Em declarações à SIC, a propósito da exportação de animais vivos para países terceiros, que têm outras regras de abate, Fernando Bernardo defendeu ainda que o método usado em Israel provoca uma insensibilização mais rápida do que o praticada na UE.

  • PAN questiona Governo sobre aposta na exportação de animais vivos para o Médio Oriente
    1:56

    País

    O partido Pessoas-Animais-Natureza lembra que à luz do Regulamento nº. 1/2005 do Conselho Europeu, os estados-membros da União Europeia (UE) devem evitar transportar animais vivos em viagens de longo curso. O deputado André Silva considera, por isso, que "o Estado português está a incumprir o regulamento" ao fomentar estas viagens, numa clara aposta económica em torno da exportação de animais vivos para Israel e outros destinos fora da UE. Para o deputado do PAN, é muito difícil ou "mesmo impossível assegurar o bem estar dos animais" em viagens de vários dias.

  • Trump pensou que presidência "seria mais fácil"

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos Donald Trump afirmou que a Presidência é mais difícil do que pensava e que tem saudades da vida que levava antes, em entrevistas a propósito dos primeiros 100 dias em funções.