sicnot

Perfil

Mundo

Polícia turca identificou suspeito de atentado de ontem na fronteira com a Síria

A polícia turca identificou um suspeito em relação com o atentado suicida de segunda-feira, em Suruc (sul), perto da fronteira com a Síria, anunciou hoje o primeiro-ministro turco.

Um atentado a 20 de julho matou 32 pessoas e feriu mais de 100 em Suruc, na fronteira com a Síria.

Um atentado a 20 de julho matou 32 pessoas e feriu mais de 100 em Suruc, na fronteira com a Síria.

© Stringer Turkey / Reuters

"Um suspeito foi identificado. As eventuais ligações no estrangeiro ou na Turquia estão a ser investigadas. A possibilidade mais forte é a de se tratar de um atentado suicida relacionado com o [grupo terrorista] 'Estado Islâmico' (EI)", disse Ahmet Davutoglu, numa conferência de imprensa em Sanliurfa (sul).

O chefe do governo turco precisou que o balanço do ataque tinha passado de 31 para 32 mortos e que 29 feridos continuavam hospitalizados. O atentado causou uma centena de feridos.

Davutoglu anunciou a realização de um conselho de ministros extraordinário na quarta-feira para "estudar eventuais novas medidas de segurança", na sequência do atentado de Suruc.

"Vamos debater um plano de ação que inclua novas medidas de segurança na nossa fronteira", indicou o primeiro-ministro turco, sublinhando que "será feito tudo o que for necessário contra os responsáveis (pelo ataque), independentemente de quem forem".

"Este inquérito será concluído o mais depressa possível", insistiu Davutoglu.

Uma violenta explosão devastou na segunda-feira os jardins do centro cultural de Suruc, onde estavam reunidos estudantes que queriam participar na reconstrução da cidade síria de Kobane.

Situada do outro lado da fronteira, Kobane foi destruída durante a batalha entre o EI e as milícias curdas da Síria, entre setembro de 2014 e janeiro deste ano.

Lusa

  • Este texto é sobre o bom senso. O bom senso que faltou a Passos Coelho quando, esta manhã, depois de uma visita pelas áreas ardidas de Pedrógão Grande, decidiu falar em suicídios. Passos não se referiu a tentativas, mas sim a atos consumados. Deu certezas. Disse que tinha conhecimento de “pessoas que puseram termo à vida” porque “que não receberam o apoio psicológico que deviam.”

    Bernardo Ferrão

  • Simplex+2017 promete simplificar burocracia
    1:08

    País

    Já está online o novo Simplex+2017, que vai simplificar a vida dos cidadãos, empresas e administração pública. Pagar impostos com cartão de crédito e ter o cartão de cidadão ou a carta de condução no telemóvel são alguns exemplos do que está previsto.

  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.