sicnot

Perfil

Mundo

Português proprietário de padaria em Caracas assassinado

Um comerciante português, de 60 anos de idade e proprietário de uma padaria em Caracas, foi esta terça-feira assassinado a tiro por três motociclistas armados, disseram à agência Lusa fontes da comunidade portuguesa local.

Na Venezuela são frequentes as queixas dos cidadãos sobre a falta de segurança, situação que afeta tanto cidadãos nacionais como estrangeiros radicados no país. (Arquivo)

Na Venezuela são frequentes as queixas dos cidadãos sobre a falta de segurança, situação que afeta tanto cidadãos nacionais como estrangeiros radicados no país. (Arquivo)

© Tomas Bravo / Reuters

Segundo as fontes, o homicidio ocorreu em San Bernardino, no centro de Caracas.

O comerciante Manuel da Conceição, foi assassinado pelas 6:00 locais (11:30 em Lisboa), quando se dirigia ao seu estabelecimento comercial, a conhecida padaria Lamedor Dely.

No trajeto entre a residência e a padaria, foi intercetado por três indivíduos armados que o terão tentado assaltar, atingindo-o com quatro tiros, no interior da sua viatura.

O crime está a ser investigado pelo Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (Cicpc, antiga Polícia Técnica Judiciária).

As autoridades suspeitam que o comerciante terá oposto resistência ao roubo.

Na Venezuela são frequentes as queixas dos cidadãos sobre a falta de segurança, situação que afeta tanto cidadãos nacionais como estrangeiros radicados no país.

Lusa

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47