sicnot

Perfil

Mundo

Protestos contra o Governo turco resultam em desacatos em Istambul

O primeiro-ministro da Turquia adianta que as autoridades identificaram um suspeito relacionado com o atentado de Suruc. A pressão sobre o Governo aumenta, já que ao fim de mais de 24 horas, nem o Estado Islâmico nem qualquer outro grupo reivindicou a autoria do ataque bombista.

© Murad Sezer / Reuters

Esta terça-feira, em Istambul, dezenas de pessoas voltaram a manifestar-se, num protesto que acabou em confrontos com a polícia. Foi quando o grupo de manifestantes foi impedido de prosseguir com as faixas e cartazes com palavras de contestação ao governo.

Perante a resistência e inclusive a tentativa de forçar a barreira policial, os agentes anti-motim avançaram e na confusão, instalada, houve alguns murros e socos de ambos os lados.

A polícia levou detidos vários manifestantes, mas não há indicação de quantos ou se ficaram presos.

Os turcos responsabilizam os dirigentes do partido AK, os conservadores que detêm o poder na Turquia.

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.