sicnot

Perfil

Mundo

Eurotunnel pede indeminização aos governos francês e britânico

O grupo Eurotunnel pediu hoje uma indeminização de 9,7 milhões de euros aos governos francês e britânico para compensar as despesas e perdas operacionais com migrantes que tentam alcançar a Grã-Bretanha através do túnel da Mancha.

© Vincent Kessler / Reuters

"No primeiro semestre, já foram comprometidos 13.000.000 de euros em despesas de segurança, equivalente ao total gasto em 2014", anunciou hoje o grupo, sublinhando que a legislação prevê que uma parte dessas despesas seja apoiada pelos Estados que admitiram a exploração do túnel.

A Eurotunnel revelou que "o Governo britânico já se comprometeu a pagar 4,7 milhões de euros em 2015".

A empresa anunciou que continua a garantir de uma forma intermitente a proteção do túnel e a controlar a passagem de migrantes para a Grã-Bretanha, explicando que "o número de migrantes intercetados pelas forças britânicas pode ser contados pelos dedos de uma mão".

"O essencial é intercetado na França e isso tem um custo", concluiu o CEO da Eurotunnel, Jacques Gounon, durante a apresentação dos resultados provisórios do Grupo.

A empresa explicou, na mesma apresentação, que, dos 9,7 milhões de euros reivindicados, cerca de dois terços correspondem a despesas extra, como novas barreiras que impedem os migrantes ou camiões de entrar no túnel, e o restante diz respeito a uma perda operacional.

O grupo acredita que o número de migrantes em Calais, no norte da França, é amplamente subestimado e, consequentemente, a quantidade das forças de segurança é insuficiente.

"Acho que o ministro do Interior disse recentemente que havia dois mil migrantes na floresta em Calais e todas as pessoas locais sabem que há cinco mil", afirmou Jacques Gounon.

A Eurotunnel já tinha feito um pedido nesse sentido no início d o ano 2000 por um número de migrantes menor do que o atual. Nessa altura, a empresa foi bem sucedida e o Tribunal Permanente de Arbitragem de Haia tinha estimado um prejuízo de 24 milhões de euros.

Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • Portugal subiu cinco lugares no Ranking da Liberdade de Imprensa
    1:42

    País

    Portugal está agora na 18 ª posição em 180 países no relatório deste ano dos Repórteres Sem Fronteiras. Esta associação revela que a imprensa portuguesa foi condenada 21 vezes por violação de liberdade de expressão e por difamação pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC