sicnot

Perfil

Mundo

FBI diz que atirador de Chattanooga terá atuado sozinho

O FBI indicou hoje que o autor dos disparos que custaram a vida a cinco militares norte-americanos agiu sozinho e sem qualquer ajuda e considerou ser ainda demasiado cedo para referir se estava radicalizado.

© Tami Chappell / Reuters

Questiando se Mohamad Yussuf Abdulazeez, 24 anos, recebeu diretivas de uma organização estrangeira, o agente especial do FBI responsável pela investigação, Ed Reinhold, indicou que "de momento, era considerado um extremista violento interno".

"Pensamos que atuou sozinho nesse dia, pensamos que entrou sozinho no recinto [do centro de reservistas]. Não temos a indicação que alguém o tenha ajudado", declarou durante uma conferência de imprensa em Chattanooga, cidade localizada no Estado do Tennessee, e onde ocorreram os disparos.

No entanto, o inquérito "ainda está no início" e "é muito cedo para determinar se estava ou não radicalizado", acrescentou Ed Reinhold, sublinhando que mais de 400 pessoas estavam mobilizadas para este caso, para além de 250 agentes do FBI no terreno.

Os investigadores trabalham nessa direção, e decerto com a colaboração da Jordânia, para onde o jovem viajou, e onde residiria o seu tio.

Antigo estudante da universidade do Tennessee e diplomado em Engenharia, terá aberto um blogue que não demonstrava radicalização nem continha ameaças.

"A vida é curta e amarga" e os muçulmanos não deveriam "perder a oportunidade de se submeteram a Alá", escreveu recentemente no blogue, segundo a organização norte-americana SITE.

No anuário do seu liceu, tinha igualmente deixado um comentário: "O meu nome desencadeia alertas na segurança nacional. E o vosso?". Apenas teve um incidente com a polícia, quando foi detido em abril por conduzir em estado de embriaguez.

Na manhã de quinta-feira, o jordano nascido no Kuwait e naturalizado norte-americano, atacou primeiro um gabinete de recrutamento dos 'marines', antes de se dirigir para um centro de reservistas.

Entre os cinco 'marines' mortos inclui-se o sargento Thomas Sullivan, que participou em duas missões no Iraque, onde foi ferido.

O ataque fez ainda dois feridos, um militar e um polícia.

Lusa

  • Sérgio Conceição no radar do FC Porto

    Desporto

    O treinador português e os seus representantes têm marcada para esta sexta-feira uma reunião decisiva com o FC Porto. Sérgio Conceição poderá ser o sucessor de Nuno Espírito Santo no comando técnico dos dragões.

  • Morreu José Manuel Castello-Lopes

    Cultura

    O empresário de cinema morreu esta quinta-feira aos 86 anos. A notícia da morte foi avançada hoje pela Academia Portuguesa de Cinema na sua página de Facebook.

  • Grupo armado mata 28 cristãos no Egito
    1:03
  • PSD quer criar taxa sobre a Uber e Cabify
    1:21

    Economia

    O PSD quer criar uma taxa sobre a Uber e Cabify para regulamentar as plataformas de transporte. A proposta deu entrada esta sexta-feira, no Parlamento, e procura ser uma alternativa ao projeto lei do Governo para o setor.

  • Médico português a caminho de Mossul
    3:01

    País

    Um médico português vai partir para o Iraque, no final do mês, para integrar uma equipa dos Médicos Sem Fronteiras. Gustavo Carona vai para Mossul, uma cidade bastião dos jihadistas, que tem sido palco de uma violenta guerra entre o Daesh e as forças iraquianas.

  • Filho de Eduardo dos Santos gasta 500 mil euros em relógio

    Mundo

    Desta vez não é Isabel dos Santos que dá que falar, mas sim um outro filho do Presidente de Angola. Danilo dos Santos arrematou um relógio por 500 mil euros, num leilão em Cannes. O momento foi partilhado através de um vídeo no Instagram, no qual aparece o ator Will Smith a comentar que o jovem "parece demasiado novo para ter 500 mil euros".

  • O "chega p'ra lá" de Trump
    2:35
  • A promessa e a peregrinação do Presidente no Luxemburgo
    2:28

    País

    O Presidente da República promete voltar ao Luxemburgo até ao final do ano, se houver mais 10 mil portugueses recenseados até julho. Marcelo Rebelo de Sousa participou esta quinta-feira na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, que todos os anos recebe milhares de emigrantes portugueses.

    Enviados SIC